Familiares de vítimas da tragédia criticam festa da Chapecoense - Esporte - O Sol Diário

Reprovado06/04/2017 | 14h32Atualizada em 06/04/2017 | 15h31

Familiares de vítimas da tragédia criticam festa da Chapecoense

Viúva de Kempes disse que se sentiu fragilizada ao saber do evento que haveria em Chapecó e que os familiares não haviam sido convidados

Familiares de vítimas da tragédia criticam festa da Chapecoense NELSON ALMEIDA/AFP
Foto: NELSON ALMEIDA / AFP
darci debona

As homenagens da Chapecoense em agradecimento à solidariedade do povo colombiano que aconteceram antes, durante e depois do primeiro jogo da final da Recopa contra o Atlético Nacional na Arena Condá, na quarta-feira, geraram críticas de familiares de algumas das 71 vítimas do acidente aéreo na Colômbia.

Em entrevista ao Diário Catarinense, a viúva de Kempes, Vanessa dos Santos, disse que se sentiu fragilizada ao saber do evento que haveria em Chapecó e que os familiares não haviam sido convidados.

— Achei uma falta de respeito essa "festa" com feriado e tudo mais na cidade. Se quisessem retribuir algo aos colombianos, que retribuíssem de outra forma, não com um evento dessa proporção, para um povo que na verdade também está de luto pelo acontecido nos últimos dias — destacou.

Ela apenas fez uma ressalva ao presidente do clube, Plínio Arlindo De Nês, que segundo ela merece todo o respeito.

A esposa do goleiro Danilo, Letícia Padilha, manifestou seu desagrado em redes sociais:

"O Atlético Nacional merece muito mais que isso, a Colômbia também, mas onde fica a homenagem daqueles que conquistaram tudo isso que o clube Chapecoense está vivendo? Que inclusive já não estão mais aqui", escreveu, com a hashtag #PraSempreGuerreiros, em contraponto a #PraSempreChape, utilizada na terça-feira. Também utilizou em outras publicações #PraSempreDanilo.

O filho de Caio Jr., Matheus Sarolli, foi ainda mais forte num texto postado em redes sociais:

"Hoje o clube é dirigido por pessoas que não têm ligação com as vítimas. A ligação deles é com o marketing, com a expansão, com o retorno, com a captação e blá, blá,blá."

Ele criticou o que chamou de "Carnaval", com eventos como Fanfest e show pirotécnico. Ele considera que o clube deveria ter priorizado o atendimento às famílias com mães e filhos desamparados.

Em contato com a assessoria de imprensa do clube, a informação é de que não haverá manifestação no momento. Mesmo assim, o vice-presidente jurídico, Luiz Antônio Pallaoro, afirmou à Agência Estado que o evento não foi uma festa, mas uma retribuição e que 99,9% gostaram da retribuição.

Leia mais:

Chapecoense e Atlético Nacional celebram dia especial na Arena

Chapecoense vence Atlético Nacional por 2 a 1 no jogo de ida da Recopa

VÍDEO: torcedores da Chapecoense abraçam a Arena Condá

Chapecó lança Parque Medellín em homenagem aos colombianos

Homenagens e festa marcam chegada do Atlético Nacional em Chapecó 

Prefeito de Medellín é homenageado em Chapecó 

Ansiedade toma conta de Chapecó antes do jogo

Chapecó está pronta para retribuir o carinho aos colombianos

 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioBetão diz que Avaí e Chape passaram por mudanças e não vê vantagem do adversário https://t.co/6vTGgez7Nphá 14 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioGolpista se faz passar por técnico em SC para enganar atletas desempregados https://t.co/GLLzaWl2Ozhá 39 minutosRetweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros