Figueirense perde para o Metropolitano em jogo que rebaixou o time de Blumenau - Esporte - O Sol Diário

Campeonato Catarinense23/04/2017 | 17h52Atualizada em 23/04/2017 | 18h07

Figueirense perde para o Metropolitano em jogo que rebaixou o time de Blumenau

Verdão do Vale do Itajaí precisava de combinação de resultados que não ocorreu com a vitória do Inter de Lages e do Almirante Barroso

Figueirense perde para o Metropolitano em jogo que rebaixou o time de Blumenau Marco Favero/Agencia RBS
Paulo Victor (à frente) marcou o primeiro do Metropolitano Foto: Marco Favero / Agencia RBS
DC Esportes
DC Esportes

A péssima campanha do Figueirense no Campeonato Catarinense 2017 terminou com um resultado que resume o desempenho do time na competição. O Alvinegro perdeu por 3 a 1 para o Metropolitano dentro de casa, no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Mesmo com a vitória, a equipe de Blumenau foi rebaixada pela primeira vez à Segundona do Estadual por conta das vitórias do Inter de Lages e do Almirante Barroso, que ambos jogaram em casa. Enquanto isso, a equipe do Estreito ficou com a última posição do returno, além de ter feito a sua pior campanha no Catarinense nas últimas 25 edições do campeonato.

O Metrô abriu o placar no primeiro tempo com Paulo Victor. Aos 12 minutos, ele recebeu um lançamento dentro da área, dominou no peito e bateu forte no alto do gol de Luis Carlos. Mesmo com superioridade nas chances, o Figueira não conseguiu empatar. Yago e Dudu perderam oportunidades pelo lado direito e não conseguiram o empate no primeiro tempo.

Na segunda etapa, o time de Blumenau ampliou com Max Carrasco aos 11 minutos após cruzamento de falta do lado direito. Sem sentir a pressão do resultado, o Figueirense conseguiu diminuir com Índio. Cara a cara com Vilar, ele bateu forte no canto do goleiro.

Eficiente nas finalizações, o Metrô conseguiu fazer o terceiro aos 33 minutos. Em cruzamento de Juninho pela esquerda, Flávio cabeceou e decretou o 3 a 1 no Orlando Scarpelli. Decepcionada com o rendimento do time, a torcida Alvinegra criticou bastante os atletas. Tanto no intervalo como no fim do jogo, as vaias deram ecoaram pelo estádio.

Com o resultado, o Figueirense terminou o Campeonato Catarinense na 8ª posição na classificação geral, a pior do time do Estreito nos últimos 25 anos. Em 1992, o Alvinegro ficou em 10º na competição que tinha 14 times. Desde lá, o time havia terminado outras edições na sexta posição, como ocorreu em 1996 e 1998, por exemplo.

No returno do Estadual de 2017 o Figueira somou apenas seis pontos, o que o deixou na última posição entre as 10 equipes. Para o capitão do time, Bruno Alves, a meta agora é trabalhar para a Série B:

— A gente queria terminar bem com uma vitória. Agora é trabalhar, começar a se preparar para a Série B.

Figueirense 1
Luis Carlos; Dudu, Trevisan, Bruno Alves e Marlon (Gabriel Esteves); Helder, Patrick, Weldinho (Gustavo Ermel) e Yago (Matheusinho); Índio e João Pedro. Téc.: Márcio Goiano.

Metropolitano 3
Vilar; William, William Rodrigues, Elton e Juninho; Max Carrasco, Valkenedy, Flávio e Paulo Victor. Mazinho e Trípodi (Charles). Téc.: Mauro Ovelha.

Amarelos: Valkenedy (M), Patrick (F). Arbitragem: Sandro Meira Ricci, auxiliado por Carlos Berkenbrock e José Roberto Larroyd. Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

Acesse as últimas do Figueirense

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioInvestidores do Figueirense vão processar Alex Bourgeois, ex-CEO https://t.co/KAk2xyisS6há 2 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioFigueirense acerta a renovação de Zé Antônio, Jorge Henrique, João Paulo e André Luís https://t.co/QBWk3rh6tEhá 3 horas Retweet
O Sol Diário
Busca