Grêmio cai de produção na etapa final, mas segura vitória sobre o Iquique na Arena - Esporte - O Sol Diário

Libertadores11/04/2017 | 23h39Atualizada em 11/04/2017 | 23h39

Grêmio cai de produção na etapa final, mas segura vitória sobre o Iquique na Arena

Com gols de Luan, duas vezes, e Bolaños, equipe fez 3 a 2 sobre os chilenos e chegou aos seis pontos no Grupo 8

Grêmio cai de produção na etapa final, mas segura vitória sobre o Iquique na Arena Fernando Gomes/Agencia RBS
Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

O Grêmio foi da euforia à tensão nesta terça na Arena. Mas fez o dever de casa e venceu o Iquique, do Chile, por 3 a 2, com dois gols de Luan e um de Bolaños — Caroca e Dávila descontaram. Com o resultado, se firmou na liderança do Grupo 8 da Libertadores, com seis pontos. O próximo jogo será domingo, com o Novo Hamburgo, pela semifinal do Gauchão.

Antes de a bola rolar, a escalação anunciada pelo técnico Renato surpreendeu com a ausência de Geromel. Por sentir dores musculares, o zagueiro foi vetado pelos médicos e deu lugar a Thyere. Em compensação, o capitão Maicon, recuperado de uma pancada no joelho direito, estava de volta.

Leia mais:
Grêmio freta voo ao Paraguai para poupar grupo de desgaste na semifinal do Gauchão 
"Não é ilegal, mas é imoral", diz Bolzan sobre troca de mando na semifinal contra Novo Hamburgo 
Grêmio renova com uma das principais promessas da base

Líder do campeonato chileno, o Iquique mostrou, desde os minutos iniciais, que tinha vindo à Arena para se defender. Só que a equipe de Jaime Vera não contava que o Grêmio imprimiria tanta velocidade a seu toque de bola. Logo aos cinco minutos, Ramiro rolou para Léo Moura, que fez o corta-luz na marcação e deixou Pedro Rocha livre para concluir com força, exigindo boa defesa do goleiro Cortés.

Parecia jogo de um time só. A pressão do Grêmio empurrou o Iquique para seu campo defensivo. E o gol veio com naturalidade. Aos 15 minutos, Bolaños tocou para Luan, que dominou na entrada da área. Ao visualizar Cortés adiantado, o atacante armou o chute e, com muito talento, encobriu o goleiro do Iquique para abrir o placar.

Envolvente, o Grêmio não deixava o Iquique respirar. Com lançamentos em profundidade, o time de Renato explorou como quis a frágil marcação do adversário. E foi assim que surgiu o segundo gol. Aos 23, Léo Moura achou Luan às costas dos zagueiros. Com liberdade, o camisa 7 teve serenidade para desviar de Cortés com uma cavadinha e ampliar.

Atônito, o Iquique não oferecia resistência. Tanto que, aos 25, Bolaños lançou Pedro Rocha em profundidade, mas o atacante parou nas mãos do goleiro do da equipe chilena. No minuto seguinte, Rocha disparou pela esquerda e foi derrubado pelo lateral-direito Guerrero dentro da área. Na cobrança do pênalti, aos 28, Bolaños, artilheiro do Grêmio no ano, deslocou Cortés e marcou seu oitavo gol na temporada.

Na lona, o Iquique tentou esboçar alguma reação. Os chilenos se atiraram a esmo ao ataque, mas paravam na impecável marcação gremista. Ao final do primeiro tempo, Pedro Rocha teve mais uma chance. Aos 42, recebeu de Ramiro, invadiu a área com liberdade, mas concluiu para fora.

Depois do intervalo, o Iquique voltou com duas mudanças: o volante Riquero e e o atacante Bielkiewecz ingressaram na equipe. E, a um minuto, Kannemann assustou a torcida ao surpreender Grohe em recuo de bola. Atento, o goleiro evitou o pior.

Só que Iquique cresceu muito no segundo tempo. O time chileno passou a explorar o lado esquerdo, às costas de Edílson, para ir ao ataque. Mas foi pela bola aérea que o adversário chegou a seu primeiro gol. Aos 15 minutos, após cobrança de escanteio, o volante Caroca subiu alto na área para vencer Marcelo Grohe. 

O Grêmio parecia acomodado com a vantagem no placar. E o Iquique, que se atirou ao ataque, pressionava. Tanto que, em contra-ataque rápido, chegou a seu segundo gol. Aos 22, o veloz Álvaro Ramos disparou pela esquerda e serviu Dávila, que teve tranquilidade para superar Grohe com um chute rasteiro.

Os minutos finais foram de tensão nas arquibancadas. Mesmo que Renato tivesse colocado Fernandinho e Barrios para ter mais presença ofensiva, o risco do empate persistia. Mas, com o apoio da torcida, o Grêmio resistiu e obteve uma importante vitória, que mantém o 100% da equipe de Renato na Libertadores.

*ZHESPORTES

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioQuatro catarinenses estão no mesmo pote do sorteio dos jogos da Copa do Brasil https://t.co/qgHgKPDAfrhá 4 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioApós renovação, Claudinei Oliveira traça meta: "Recolocar o Avaí na Série A" https://t.co/jhkuxmkQODhá 6 horas Retweet
O Sol Diário
Busca