Inter de Lages emite nota sobre demissão de jogadores: "falta de comprometimento e profissionalismo" - Esporte - O Sol Diário

Confusão na Serra20/04/2017 | 12h34Atualizada em 20/04/2017 | 12h34

Inter de Lages emite nota sobre demissão de jogadores: "falta de comprometimento e profissionalismo"

Goleiro Neto Volpi eoutros três jogadores foram dispensados depois que a direção foi avisada de que eles estavam bebendo em um bar em Lages

Inter de Lages emite nota sobre demissão de jogadores: "falta de comprometimento e profissionalismo" Maykon Lammerhirt/Agencia RBS
Goleiro foi dispensado pelo presidente do Inter de Lages e diz ter sido agredido com um taco de sinuca Foto: Maykon Lammerhirt / Agencia RBS
Diário Catarinense
Diário Catarinense

Depois de demitir quatro jogadores e ver seu presidente, Christopher Nunes, e o goleiro titular, Neto Volpi, envolvidos em uma briga, o Inter de Lages emitiu uma nota na manhã desta quinta-feira. No texto, a direção explica as circunstâncias do desligamento de quatro atletas (entre eles, o goleiro) e afirma que a decisão foi tomada pela "falta de comprometimento e profissionalismo" dos jogadores.

Torcedores viram Neto Volpi, Jefinho, James e Marquinhos bebendo em um bar em Lages e avisaram a direção, que se encaminhou ao hotel onde o clube concentra e também onde moram alguns dos jogadores que compõem a equipe. O presidente demitiu os atletas e acabou se envolvendo em uma confusão com o goleiro, que também trocou agressões com outro funcionário do clube. O Samu prestou atendimento aos envolvidos, e o caso foi registrado pela Polícia Militar.

O Inter de Lages joga contra o Avaí no próximo domingo, em Lages. O time precisa vencer para não ser rebaixado à segunda divisão do Campeonato Catarinense.

Leia a íntegra da nota divulgada pelo Inter de Lages:

NOTA

Os jogadores Neto Volpi, Jefinho, James e Marquinhos foram desligados do elenco do Inter de Lages. Em plena semana de jogo decisivo para o clube, os quatro estavam em um bar - e ingerindo bebida alcoólica, segundo inúmeros relatos feitos à direção do clube por frequentadores que estavam no local -, contrariando totalmente o bom-senso e profissionalismo que atletas devem ter nesse momento tão importante para a equipe, para a torcida e a para cidade.

Os quatro foram desligados do hotel em que mora boa parte do elenco. Bastante alterado, Neto Volpi chegou ao local com palavras de ameaça ao presidente do clube, Cristopher Nunes, que aguardava os atletas para comunicar a saída deles do hotel pela falta de comprometimento e profissionalismo. Entre palavras de baixo calão, o atleta tentou agredir o presidente e foi contido por funcionários do clube. 

O Inter lamenta profundamente o episódio, ainda mais neste momento que deveriam todos estar juntos pela instituição, mas reitera que a instituição está acima de qualquer pessoa. O elenco inicia a concentração a partir desta quinta-feira. Domingo tem decisão, e os comprometidos com certeza estarão em campo, juntos, em busca da vitória.                        

Leia as últimas notícias de Esportes no DC

O Sol Diário
Busca