Na prorrogação, Blumenau vence o Botafogo pela Liga Ouro - Esporte - O Sol Diário

Basquete27/04/2017 | 22h39Atualizada em 27/04/2017 | 22h39

Na prorrogação, Blumenau vence o Botafogo pela Liga Ouro

Com a vitória, equipe blumenauense retorna ao G-4 da divisão de acesso à elite nacional


Foto: Patrick Rodrigues / Agência RBS

O dia foi lindão em Blumenau, daqueles friozinhos, com um vento rapa canela batendo e o céu de brigadeiro fazendo encher as timelines das redes sociais com fotos do predomínio azul celeste nas paisagens. Quando o dia fica assim, como diriam os antigos, a única certeza que existe é que a noite será estrelada.

E neste contexto, com várias estrelas brilhando, era impossível que uma solitária predominasse na quadra do Ginásio Sebastião Cruz, o Galegão. Eficiente, o basquete blumenauense venceu o Botafogo ontem pela 12ª rodada para se consolidar entre os quatro primeiros colocados da Liga Ouro, a segunda divisão do Novo Basquete Brasil (NBB).

Antes mesmo de começar a partida já tinha ares diferentes. Com nove ônibus trazendo jovens atletas de polos da iniciação esportiva, a arquibancada se encheu de um modo que Blumenau ainda não havia visto. E foi empurrado por essa garotada fazendo muito barulho e que comemorava cada cesta como se fosse um gol, que o time da casa confirmou a quinta vitória na competição: 98 a 86, na prorrogação.

Mesmo sem contar com seu principal jogador e um dos melhores da competição, o norte-americano Jamaal Smith, o Botafogo foi para cima de Blumenau, mas esbarrou em um festival de erros. E nesse vaivém de vacilos, as duas equipes que detêm os dois maiores placares até agora do campeonato (124 para os cariocas contra o Santos-AP e 102 dos blumenauenses contra Brusque) terminaram o primeiro período de jogo com 37 a 22.

E como o botafoguense é supersticioso, a camisa toda preta com a inscrição ¿Botafogo F.R.¿ utilizada nos 20 minutos iniciais de partida ficou no cesto de roupas para lavar. O time retornou com seu uniforme tradicional, alvinegro, mas nada que mudasse muita coisa. Isso porque Blumenau soube manter o aproveitamento durante o todo o jogo para confirmar a vitória. Porém, quiseram os deuses do basquete que fosse com muita emoção. Quando faltava 1,2 segundo para o fim da partida, Luiz Semmke abriu dois de vantagem para os anfitriões. E no momento em que o cronômetro zerava, o Botafogo tinha a chance de, em três lances livres, virar o jogo. O time converteu apenas dois e levou o duelo para o tempo extra. Nos minutos finais prevaleceu o fator casa e a força do torcedor blumenauense.

Com 17 pontos na classificação, os blumenauenses voltaram a ficar a apenas dois de Joinville, hoje terceiro colocado. Já o Botafogo segue na liderança com 23, mas pode perder a posição caso o Contagem Towers-MG vença hoje o Santos-AP, em casa. Na 13ª rodada, Blumenau joga fora de casa: sábado, às 19h, encara Brusque, lanterna da competição com apenas um triunfo em 13 partidas.

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioTécnico do Figueirense testa ataque com Ty Sandows para o confronto contra o ABC https://t.co/fm73tKGAMghá 59 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioFigueirense coloca ingresso a R$ 10 e espera apoio da torcida para vencer o ABC https://t.co/Xpg5LlZFhRhá 1 horaRetweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros