Nos pênaltis, Inter vence o Corinthians e está nas oitavas da Copa do Brasil - Esporte - O Sol Diário

Passou20/04/2017 | 00h03Atualizada em 21/04/2017 | 09h36

Nos pênaltis, Inter vence o Corinthians e está nas oitavas da Copa do Brasil

Equipes ficaram em 1 a 1 no tempo normal

Nos pênaltis, Inter vence o Corinthians e está nas oitavas da Copa do Brasil Carlos Macedo/Agencia RBS
Foto: Carlos Macedo / Agencia RBS

Foi uma classificação digna de DVD. O Inter eliminou o Corinthians e calou a Arena Itaquera, ao vencer a decisão por pênaltis por 4 a 3. Com o empate em 1 a 1 no tempo normal, repetindo o placar de Porto Alegre, a vaga às oitavas de final da Copa do Brasil foi decidida nas penalidades. Nesta quinta-feira, a CBF sorterá os confrontos da próxima fase do torneio. O Inter enfrentará um dos oito times brasileiros que estão na Libertadores: Chapecoense, Palmeiras, Atlético-MG, Atlético-PR, Santos, Flamengo, Botafogo ou Grêmio.

Agora, o Inter partirá para a sua segunda decisão da semana. Neste domingo, no Estádio Centenário, decidirá a vaga à final do Campeonato Gaúcho, contra o Caxias. Após vencer o jogo de ida por 1 a 0, o Inter necessita de pelo menos um empate na Serra para seguir em busca do heptacampeonato.

Leia mais:
"Tem que respeitar o Inter, nos chamaram de jogadorzinho", desabafa Ortiz
Cotação ZH: Lomba é o melhor do Inter na classificação sobre o Corinthians
Zago mantém tradição e faz selfie com jogadores do Inter: "Grupo de guerreiros" 

Espécie de Gre-Nal fora do Rio Grande do Sul, devido à rivalidade entre os dois clubes, o Inter e Corinthians começou de maneira eletrizante. Com cinco minutos de partida, chances de lado a lado já haviam sido criadas. Sem Carlinhos, nem D'Alessandro ou Edenilson, Zago escalou Uendel na lateral-esquerda, Roberson e Anselmo, nos lugares de D¿Alessandro e de Edenilson — com evidente prejuízo à mecânica de jogo.

E tais mudanças começaram a gerar evidentes problemas logo aos sete minutos. Anselmo e Dourado não se acertaram na marcação do meio-campo. Após um cruzamento de lateral quase despretensioso para a área colorada, a bola passou por toda a defesa, passou por Jô e sobrou para Maycon, livre, bater sem chances para Lomba: Corinthians 1 a 0.

Leia mais:
Relembre todas as decisões nos pênaltis do Inter na história da Copa do Brasil
Vice de futebol do Inter exalta classificação: "O trabalho está sendo bem feito"
Após classificação do Inter nos pênaltis, Medeiros evita euforia: "Não dá para prometer nada"

O gol pareceu desesperar o time de Zago, que se jogou ao ataque e, por pouco, não levou um gol de Jô no lance seguinte. A partida foi paralisada aos 10 minutos, devido aos sinalizadores que foram acesos pela Fiel.

Com a retomada do jogo, quatro minutos depois, o técnico do Inter mandou Valdívia a campo no lugar de Roberson — que sentiu a coxa esquerda. A troca recolocou o Inter no jogo. O 1 a 1 levaria a decisão da vaga para os pênaltis. Juntos, Brenner e Nico tiveram pelo menos quatro chances para marcar.

Leia mais:
Leonardo Oliveira: eliminar o Corinthians resgata o orgulho colorado
Wianey Carlet: este novo Inter não se entrega e nem se assusta com cara feia
Diogo Olivier: Inter escreveu capítulo importante de sua reconstrução

A torcida corintiana sentiu que o Inter havia crescido na partida e tentou ajudar o seu time, aos gritos de "ão, ão, ão, segunda divisão". O Inter quase misto que se já via em campo não pareceu se intimidar e seguiu melhor no jogo — porém, sem conseguir o empate.

O primeiro tempo chegou ao fim com o Inter jogando de igual para igual com os donos da casa, porém, com enormes dificuldades para concluir em gol.

No segundo tempo, o Inter precisava de pelo menos um gol para levar a decisão às penalidades. Zago mandou o time para a frente, enquanto que o Corinthians jogava apenas por um contra-ataque. Em um deles, Rodriguinho, desmarcado, cabeceou para fora, com Lomba já batido.

Não demorou para que os corintianos voltassem a acionar os seus sinalizadores. E o jogo foi paralisado de novo. Três minutos depois, segue o jogo. Aos 26 minutos, após um bombardeio do Inter contra a área corintiana, o merecido gol de empate. Nico López bateu forte após um rebote de Cássio, a bola não entraria, mas Fágner acabou marcando contra.

O 1 a 1 incendiou a partida. O Corinthians esqueceu o jogo de espera e foi ao ataque. A angústia tomava as arquibancadas da Arena. O Corinthians tentou o gol da vitória até o final, mas o Inter conseguiu se manter firme, contou com a sorte em alguns momentos e com uma defesaça de Lomba, cara a cara com Jô. Nos acréscimos, Cássio fez duas grandes defesas em conclusões de Carlos e, depois, de Valdívia.  

Nas cobranças de pênaltis, Brenner, Valdívia, Cuesta e Diego marcaram para o Inter. William e Léo Ortiz desperdiçaram, enquanto que Jadson, Jô e Fágner fizeram para o Corinthians. Marcelo Lomba defendeu as cobranças de Maycon e de Marquinhos Gabriel. Arana bateu a última, para fora, estilo Baggio. Inter classificado.

*ZHESPORTES

 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioPrisão de policiais do PPT vira batalha de versões na Polícia Civil e Militar em Balneário Camboriú https://t.co/44lw2UeMqNhá 23 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol Diário"Esperamos retomada de segurança pra que os negócios voltem à normalidade", diz Nivaldo Pinheiro, da Procave https://t.co/Cnfr40rY2Yhá 1 horaRetweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros