Pensando na final, Claudinei Oliveira quer Avaí tranquilo com árbitros - Esporte - O Sol Diário

Missão final23/04/2017 | 19h45Atualizada em 23/04/2017 | 19h45

Pensando na final, Claudinei Oliveira quer Avaí tranquilo com árbitros

Além de análise do Leão no revés para o Inter de Lages, fora de casa, treinador fala sobre arbitragem nos duelos ante a Chapecoense

Pensando na final, Claudinei Oliveira quer Avaí tranquilo com árbitros Patrick Rodrigues/Agencia RBS
Treinador pretende instruir seus atletas sobre arbitragem para as finais do Catarinense Foto: Patrick Rodrigues / Agencia RBS

O Avaí encerrou o returno atuando com time reserva e foi derrotado por 2 a 0 para o Inter de Lages, resultado que garantiu o time do Planalto Serrano na elite do futebol de Santa Catarina. Treinador azurra Claudinei Oliveira demonstrou insatisfação com o resultado no Tio Vida. No entanto, como o Leão vai disputar o título do Campeonato Catarinense, o tema também esteve presente na entrevista coletiva pós-jogo. 

O comandante do Avaí avaliou a atuação dos homens do apito até agora e frisou que um dos trabalhos da semana de preparação para os jogos contra a Chapecoense será instruir bem seus atletas para que não percam a cabeça em caso de marcações contrárias.

— Duas equipes chegaram e só vai ter uma campeã. Confio muito na nossa equipe. Acredito que o melhor momento é deles (Chapecoense), mas vamos entrar para tentar reverter a vantagem na nossa casa. Mas dos nove jogos deste returno, em quatro houve lances de bola na mão na área e nenhum pênalti foi marcado, o que nos preocupa. Não é possível que ocorra nove rodadas tão boas para a arbitragem e tenham errado tanto no returno. Teve o lance contra o Joinville, contra o Figueirense, contra o Barroso. Os jogadores se irritam mais, porque não é a primeira vez, e foram lances escandalosos. Temos de controlar os nervos e o adversário, e jogar o nosso jogo. Teremos de manter o foco e concentração para não perder o confronto – falou Claudinei.

O desempenho em Lages foi comentado pelo treinador azurra. Ainda que não aceite o resultado adverso, Claudinei acredita que o resultado foi justo e as atuações serão avaliadas.

— Os jogadores estavam sem ritmo de jogo, o gramado deixava a bola viva, o que complicava para quem não tem ritmo. Acho que poderíamos ter ido melhor. Observamos os jogadores, foram 14 atletas e agora faremos avaliações. Entrosamento os atletas têm, há pelo menos um coletivo por semana entre eles. É mais o ritmo e a leitura do jogo. E teve um Inter brigando pela permanência, entrando mais forte. Foi mais uma chance que os atletas tiveram – relatou.Os relacionados ao duelo em Lages recebem folga nesta segunda e retomam os trabalhos na terça. Porém, os jogadores que estiveram de folga no fim de semana voltam a treinar nesta segunda. O Avaí enfrenta a Chapecoense em duas partidas. A primeira, no próximo domingo, será às 16h, na Ressacada.

Saiba mais sobre o Inter de Lages
Leia mais notícias do Avaí
Acesse a tabela do Catarinense

 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioClaudia Leitte anuncia mudança no nome artístico e agora é "só Claudia" https://t.co/XhmDTvEmfnhá 39 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioMesmo com derrota atacante da Chapecoense vê bom desempenho https://t.co/u1ylG3KW4Ahá 49 minutosRetweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros