Chapecoense bate o Avaí e chega à liderança da Série A do Brasileiro - Esporte - O Sol Diário

Deu Verdão29/05/2017 | 21h59Atualizada em 29/05/2017 | 22h02

Chapecoense bate o Avaí e chega à liderança da Série A do Brasileiro

Enquanto Verdão está invicto, o Leão cai para o Z-4 com apenas um ponto

Chapecoense bate o Avaí e chega à liderança da Série A do Brasileiro Márcio Cunha/Especial
Foto: Márcio Cunha / Especial

No dia em que completava seis meses do acidente aéreo da Colômbia, a Chapecoense venceu o Avaí por 2 a 0 e assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro, com sete pontos. A arrancada dá esperança ao torcedor verde e branco de que é possível buscar algo mais do que a permanência na Série A. Já o Leão segue sem vencer e permanece na zona de rebaixamento.

Foi o primeiro confronto entre os dois times depois da final do Campeonato Catarinense, quando o Avaí venceu mas não levou por ter perdido o primeiro jogo e ter campanha inferior a do Verdão.

O time visitante foi quem primeiro chegou ao gol adversário numa cobrança de falta de Marquinhos, logo a um minuto, que Jandrei defendeu. Foi uma das poucas oportunidades do time de Claudinei Oliveira no primeiro tempo. A Chapecoense teve maior volume de jogo e pressionou o tempo inteiro, principalmente pela direita, onde além de Rossi, o lateral Apodi chegava com perigo. E foi dele o primeiro chute, de fora da área, que Kozlinski mandou para escanteio.

A Chapecoense também tentou o gol em cobrança de escanteio, com Luiz Otávio, Betão salvou em cima da linha uma cabeçada de Luiz Otávio. Então foi a vez de Luiz Antônio arriscar pelo meio, num chute da intermediária, que foi no travessão. A pressão era tanta que o gol acabou saindo com Wellington Paulista, de dentro da área.

Judson teve a chance de empatar num rebote, de frente para o gol, mas a bola acabou saíndo. Outra chance foi em cobrança de falta de Marquinhos que Jandrei acabou soltando, mas a defesa da Chapecoense afastou o perigo.

Depois disso a Chapecoense voltou a atacar, novamente em cabeçada de Luiz Otávio, que Kozlinski defendeu.

Faltavam ainda as jogadas pela esquerda, com Reinaldo. Ele primeiro tentou de longe, mas errou o alvo. Depois apareceu pelo meio, pegou a sobra e mandou rasteiro no canto esquerdo de Kozlinski, ampliando para 2 a 0.

No segundo tempo a Chapecoense seguiu levando perigo em finalizações de Seijas, que fazia sua segunda partida. O Avaí tentava reagir mas não conseguia superar a marcação do time da casa. Denilson chegou a levar um balãozinho de Apodi.

Numa das poucas chances do Leão, Capa recebeu na esquerda, chutou cruzado mas a bola foi para a linha de fundo. Claudinei Oliveira tentou mudar o panorama do jogo colocando Diego Tavares e Lourenço. E Lourenço teve uma chance dentro da área, mas errou o alvo.

Aos 38 minutos a Chapecoense ficou com um jogador a menos, em virtude da expulsão de Luiz Otávio. Mas não deu tempo nem do Avaí aproveitar a vantagem pois Leandro Silva também foi expulso. Nos minutos finais a torcida que encarou frio e neblina estava tão satisfeita que começou a gritar Olé. Afinal não é sempre que a Chapecoense aparece no ponto mais alto da tabela.

A vitória no clássico consolida o bom momento da Chapecoense, com quatro vitórias seguidas em campo se contar o jogo contra o Lanús, em que venceu mas perdeu os pontos depois por conta da escalação irregular de Luiz Otávio. 

 Já no lado avaiano a permanência na Série A começa a preocupar. Pelo menos o próximo jogo é em casa, contra o Sport, no domingo. Já a Chapecoense tem dois jogos contra o Cruzeiro. Um em casa, pela Copa do Brasil, e outro no Mineirão, pelo Brasileirão, também no domingo.

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE (2)
Jandrei, Apodi, Luiz Otávio, Victor Ramos e Reinaldo; Andrei Girotto, Luiz Antônio e Seijas (Nenén); Rossi, Wellington Paulista (Túlio de Melo) e Arthur (Niltinho). 

Técnico: Vagner Mancini.

AVAÍ (0)
Kozlinsnki, Leandro Silva, Betão, Alemão e Capa; Luan, Judson (Lucas Otávio) e Marquinhos (Diego Tavares); Denílson (Lourenço), Júnior Dutra e Rômulo.

Técnico: Claudinei Oliveira.

Gols: Wellington Paulista (C), aos 16 minutos, e Reinaldo (C), aos 37 do primeiro tempo.

Cartões amarelos: Luiz Otávio, Arthur (C), e Leandro Silva (A)
Expulsões: Luiz Otávio (C), aos 38 minutos do segundo tempo, Leandro Silva (A), aos 41 do segundo tempo.

Arbitragem: Marcelo de Lima Henrique, auxiliado por Dibert Pedrosa Moisés e Michael Correia.

Local: Arena Condá, em Chapecó
Público: 6.188
Renda: R$ 115.800

Confira mais notícias do Avaí.
Leia mais sobre a Chapecoense

Veja a tabela de classificação da Série A


 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioMoeda Verde: saiba quem são os absolvidos na sentença da primeira instância da operação https://t.co/KRlzy5Idlnhá 11 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioMoeda Verde: Saiba o que acontece com o processo após a condenação em primeira instância https://t.co/AaUTHFD5Nmhá 31 minutosRetweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros