Com dois gols de Higuaín, Juventus bate o Monaco e fica perto da final da Liga dos Campeões - Esporte - O Sol Diário

Futebol internacional03/05/2017 | 17h55Atualizada em 03/05/2017 | 17h55

Com dois gols de Higuaín, Juventus bate o Monaco e fica perto da final da Liga dos Campeões

Jogo da volta será disputado na próxima terça-feira, em Turim

Com dois gols de Higuaín, Juventus bate o Monaco e fica perto da final da Liga dos Campeões Anne-Christine Poujoulat/AFP
Foto: Anne-Christine Poujoulat / AFP
Lancepress
Lancepress

Nesta quarta-feira, a Juventus foi superior e abriu boa vantagem para cima do Monaco após vencer por 2 a 0 no Stade Louis II, em partida válida pela semifinal da Liga dos Campeões. O embate de volta acontece na próxima terça-feira, dia 10, em Turim, às 15h45min (de Brasília).

A Juve mostrou sua superioridade e se postou bem em campo, segurando o bom futebol adversário. Com a bola, a equipe envolveu os donos da casa e trabalhou bem. Sem ela, montou sua parede na frente do gol e não deixou com que o time líder do Campeonato Francês se aventurasse muito para os lados de Gianluigi Buffon.

Leia mais:
Real Madrid pode ser punido por provocação de torcida ao Atlético
Iniesta quer seguir no Barcelona por mais uma temporada
Messi decide não viajar a Zurique para se defender de punição e frustra AFA

A tarde também marcou dois dados interessantes: Daniel Alves é o recordista de assistências da Juve na Liga dos Campeões, com quatro passes para gol. Já Buffon chegou aos 600 minutos sem sofrer gols na competição europeia.

Agora, os italianos podem perder em casa por um gol de diferença. Por isso, a equipe do Principado precisa vencer por 3 a 0 para se classificar para a decisão da competição, dia 3 de junho, em Cardiff. Caso faça 2 a 0, o jogo vai para os pênaltis.

O JOGO

O time do Principado começou mais acuado, sem a posse de bola e tentando segurar a pressão dos italianos. Porém, conseguiu chegar à frente em alguns momentos e adiantar a marcação, criando uma chance perigosa com Mbappé, que parou nas mãos de Buffon. Porém, a Juve jogou com inteligência e conseguiu neutralizar as chances dos adversários.

Mesmo sentindo a falta de Khedira, suspenso, para fazer a transição entre ataque e defesa, a Velha Senhora chegou ao gol aos 28 minutos em bela jogada coletiva. Dybala deu toque de calcanhar, Higuaín recebeu no meio de campo e lançou Daniel Alves na área. O brasileiro devolveu de calcanhar e o atacante chutou rasteiro, sem chances para Subasic.

O segundo tempo começou agitado, com a equipe de Leonardo Jardim precisando marcar gols, indo para cima e equilibrando bem a posse de bola. Porém, os donos da casa acabaram deixando espaços e viram a Juventus ampliar sua vantagem aos 13 minutos.

Daniel Alves recebeu de Dybala e cruzou na medida para Higuaín, que apareceu nas costas da defesa e aproveitou a saída ruim de Subasic para completar o placar em Mônaco e dar boa vantagem para a Juve. Quem também foi destaque e salvou as investidas do poderoso ataque do Monaco foi o goleiro Buffon, que fez ótimas defesas.

*LANCEPRESS

 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioMeia colombiano de 24 anos passa por testes no Avaí https://t.co/ZsKII7LZh3há 22 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioVítima de mesmo tumor, goleiro do Avaí presta apoio a Ederson, do Fla https://t.co/uIdDcAg2VPhá 1 horaRetweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros