Mancini disse que só pensa em vencer o Zúlia e classificar dentro de campo - Esporte - O Sol Diário

Libertadores20/05/2017 | 23h49Atualizada em 21/05/2017 | 06h12

Mancini disse que só pensa em vencer o Zúlia e classificar dentro de campo

Técnico elogia últimos resultados do time, vem de duas vitórias

Mancini disse que só pensa em vencer o Zúlia e classificar dentro de campo Márcio Cunha/Especial
Gol de Luiz Antônio saiu um minuto depois da torcida cantar o "vamos, vamos, Chape" Foto: Márcio Cunha / Especial

Enquanto a Chapecoense não se manifesta oficialmente sobre a questão envolvendo o zagueiro Luiz Otávio, que atuou suspenso na vitória sobre o Lanús, o técnico Vagner Mancini adota o mesmo discurso e afirma que após a comemoração da vitória por 1 a 0 diante do Palmeiras, agora se concentra no jogo de terça-feira, às 19h30, contra o Zúlia.

- Sobre o Julgamento não é da minha área e vou me dar o direito de não falar nada, porque eu estou aqui reponsável pela parte técnica da equipe, aquilo que tinha que ser feito foi feito dentro de campo, a Chapecoense foi lá em Buenos Aires e ganhou do Lanús, então nesse sentido a gente tem pouco a dizer. Estou esperando o jogo do Zúlia, firme na cabeça que nós vamos vencer e vamos chegar à segunda fase, se for tomada outra atitude fora de campo, no campo jurídico/administrativo não diz respeito a nós do departamento de futebol- afirmou Mancini.

A Chapecoense tem sete pontos e pode garantir a vaga se vencer. Mas, se perder os pontos para o Lanús aí acaba sendo eliminada. O departamento jurídico do clube está trabalhando na defesa. O clube afirma que foi comunicado que o zagueiro tinha sido punido com três jogos de suspensão apenas dois minutos antes do jogo. A CBF e a Federação Catarinense de Futebol informaram que encaminharam o email da punição mas o clube inicialmente disse que não tinha encontrado.

Para o jogo contra o Zúlia Mancini não terá o meia Seijas e o zagueiro Victor Ramos, que não estão inscritos, além do zagueiro Luiz Otávio. Nathan, que não foi relacionado contra o Palmeiras, deve jogar ao lado de Grolli. Ele também terá o retono de outro jogador que pertence ao Palmeiras e por isso não atuou na vitória de 1 a 0, neste sábado, o lateral João Pedro, que vem atuando improvisado no meio.

- O João Pedro rompe linha, surpreende o adversário – avaliou Mancini.

Ele também elogiou o goleiro Jandrei, que estreou no empate por 1 a 1 contra o Corinthians.Mancini disse que tanto na derrota por 3 a 1 contra o Lanús, em casa, quanto na goleada por 4 a 1 sofrida diante do Atlético Nacional, na Colômbia, o time aprendeu muito.Ele ressaltou que jogar a Libertadores exige uma postura diferente, pois o jogo é mais corrido.

Na vitória contra o Palmeiras, ele afirmou que o jogo foi mais estudado.

- Foi um jogo de xadrez, com duas equipes arrumadas, poucas chances de gol– destacou.Mancini disse que pediu para que seus dois laterais, Apodi e Reinaldo, que são muito ofensivos, que ficassem mais na marcação em virtude dos atacantes Roguer Guedes e Keno, que eram o ponto forte do Palmeiras.Segurando estes dois jogadores a Chapecoense inibiu o ataque paulista.Mancini disse que a vitória foi muito importante pois poucas equipes vão conseguir vencer o Palmeiras no campeonato.

Afirmou também estar feliz pois ter uma sequência de quatro jogos em Chapecó, depois de, nos últimos 30 dias, ter passado 24 dias viajando. E o pior é que na volta de Buenos Aires o aeroporto de Chapecó teve problema na iluminação do balizamento da pista e o avião teve que descer em Porto Alegre, com a delegação voltando de ônibus para Chapecó.Ele afirmou que isso por um lado é ruim, pelo lado familiar do grupo, mas afirmou que serviu para fortalecer o grupo si, com essa convivência mais intensa. Foi essa dedicação dos jogadores, que venceram o desgaste das viagens, um ponto fundamental na vitória diante do Palmeiras, segundo o treinador.

Leia também:

Seijas estreia com vitória e agradece a recepção na Chape

Acompanhe a tabela da Série A

 
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros