Pottker marca, mas Inter só empata com o ABC no Beira-Rio - Esporte - O Sol Diário

Série B20/05/2017 | 20h53Atualizada em 21/05/2017 | 10h19

Pottker marca, mas Inter só empata com o ABC no Beira-Rio

Colorado saiu na frente e cedeu o 1 a 1 na etapa final

Pottker marca, mas Inter só empata com o ABC no Beira-Rio André Ávila/Agência RBS
Foto: André Ávila / Agência RBS

Em sua estreia na Série B no Beira-Rio, o Inter foi todo decepção ao ceder o empate para o ABC de Natal. William Pottker marcou para o Inter, mas Adriano pardal fez o gol de empate. Com o resultado de 1 a 1, o Inter caiu para a quarta colocação no campeonato. O próximo jogo será contra o emblemático Paysandu, no sábado, em Belém.

Contra o ABC, o Inter foi a campo de maneira mais ousada, com três atacantes, o seu trio PCN – ou NPC ou CPN, dependendo do posicionamento. Antônio Carlos Zago decidiu mexer no sistema de jogo da equipe e teve sucesso. Com o estreante William Pottker pela direita, com Nico López centralizado, e com Marcelo Cirino pela esquerda do ataque, os colorados tiveram um bom volume de jogo na frente, ainda que o meio-campo tenha ficado sensivelmente fragilizado.

Leia mais:
Confira a tabela de classificação da Série B
Empate do Inter com o ABC no Beira-Rio gera memes nas redes sociais
VÍDEO: após empate do Inter no Beira-Rio, torcedores protestam pedindo a saída de Zago
Cotação ZH: Dourado e Pottker são os destaques do Inter no empate com o ABC

Aos oito minutos de jogo, por pouco o novo trio ofensivo do Inter não marcou o seu primeiro gol, em jogada coletiva. Cirino encontrou Nico invadindo a área, o uruguaio cruzou e Pottker chegou com milésimos de segundo de atraso, se jogando contra a bola. O gol do Inter parecia questão de momento. Afinal, o ABC tratava apenas de tentar sobreviver aos insistentes ataques no Beira-Rio.

No meio-campo, D'Alessandro por vezes se alinhava mais atrás, com Dourado e Gutiérrez – recuado demais, em alguns momentos. A nova formatação do time fez um Inter mais solidário. Nico e Cirino voltaram como laterais, quando o ABC foi à frente. Pottker chegou a se posicionar como volante, em frente à defesa.

Leia mais:
Roberson concorda com vaias da torcida do Inter após empate: "Eles têm razão"
Apesar de protesto de torcedores, Melo assegura permanência de Zago 
Zago diz que esquema com três atacantes "não vai ser uma constante"

O Inter deu um refresco ao ABC por cerca de seis minutos. Aos 21, quando voltou à carga, Cirino recebeu de Dourado e, cara a cara com o goleiro, chutou fraco, nas mãos de Edson. Em seguida, Gutiérrez cruzou da direita, Nico desviou e Edson defendeu, e no rebote, o uruguaio bateu para fora. A partir dos 25 minutos, porém, sem conseguir marcar um gol, o Inter passou a ver o time de Natal crescer na partida. Aos poucos, o ABC foi se aproximando da meta de Daniel. Uma sequência de faltas fez com que o visitante cruzasse diversas vezes para a área colorada. O meio-campo de Zago parecia encontrar certa dificuldade para conter esses avanços esporádicos abecistas.

Sem mais o mesmo ímpeto ofensivo, o Inter voltou a atacar aos 36 minutos, quando Pottker teve a conclusão bloqueada por Oswaldo. Na sequência, William cruzou na área e Cirino quase marcou de cabeça. Mas o primeiro tempo ainda não havia chegado ao fim.

Aos 44 minutos, William Pottker viu Dourado se aproximando da área, passando para Uendel, que cruzou na pequena área. Pottker, artilheiro do último Brasileirão, estreou com gol: se atirou contra a bola e a empurrou para as redes. Foi o primeiro do novo trio de ataque colorado.

Com a vantagem de 1 a 0, no segundo tempo, o Inter seguiu em cima do ABC e tratou de correr menos riscos na defesa – fazendo com que o trio de ataque recuasse um pouco mais, a fim de ajudar no combate aos meias adversários. Confiante, até mesmo Victor Cuesta arriscou a gol, um chutão de fora da área, com boa defesa de Edson.

O problema para o Inter foi que, uma vez mais, aos poucos, a aparente facilidade do jogo parecia tirar o foco colorado. Aos 14 minutos, o ABC teve anulado o seu gol de empate. O perigo do 1 a 1 parecia iminente. Aos 18, Cleiton bateu rente ao travessão. O ABC seguia obtendo alguma vantagem no meio-campo.

Já com Diego no lugar de Cirino, o Inter tentou ampliar. Em uma sequência de chutes de Gutiérrez e de Nico, o ABC se salvou com Edson e, depois, com Oswaldo. Ainda assim, o meio-campo colorado seguia em dificuldades na contenção.

Aos 32 minutos, porém, Gegê fez fila pelo lado esquerdo da defesa colorada, invadiu a área, e cruzou para Adriano Pardal empurrar para o gol. De repente, 1 a 1.

Com o inusitado placar, o Inter foi para o tudo ou nada. E acabou prevalecendo o "nada". Nico e D'Alessandro ainda tentaram o gol da vitória, mas ambos pararam no goleiro Edson.

Depois dos 3 a 0 sobre o Londrina, o 1 a 1 em casa com o ABC acendeu o sinal de alerta colorado. E pode sepultar o sistema de jogo que estava nascendo, com três atacantes.

Série B — 2ª rodada — 20/5/2017

INTER 
Daniel; William, Léo Ortiz, Victor Cuesta e Uendel (Carlinhos, 27¿/2°); Rodrigo Dourado, Felipe Gutiérrez (Roberson, 37¿/2°) e D'Alessandro; William Pottker, Nico López e Marcelo Cirino (Diego, 24¿/2°)
Técnico: Antônio Carlos Zago

ABC
Edson; Jonathan Bocão (Levi, 44¿/2°), Oswaldo, Cleiton e Eltinho; Anderson Pedra (A), Zotti (Adriano Pardal, 24¿/2°) (A), Gegê e Felipe Guedes; Erivelton (Dalberto, 25¿/2°) e Nando
Técnico: Geninho 

Gols: William Pottker (I), aos 44min do primeiro tempo; Adriano Pardal (A), aos 32min do segundo tempo
Renda: R$ 516.688
Público: 27.605 torcedores (com 23.621 pagantes)
Arbitragem: Bruno Arleu de Araujo, João Luiz Coelho de Albuquerque e Michael Correia (trio carioca)
Local: Estádio Beira-Rio

*ZHESPORTES

 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioDomingo será de sol entre nuvens e temperaturas elevadas em SC https://t.co/AWf6tc0emLhá 15 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioContra reservas do Atlético-MG, Chapecoense busca recuperação https://t.co/H4ZKMnztoqhá 1 horaRetweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros