Rodrigo Faraco: o pacto da queda de Deivid no Criciúma - Esporte - O Sol Diário

Não funcionou31/05/2017 | 00h22Atualizada em 31/05/2017 | 00h22

Rodrigo Faraco: o pacto da queda de Deivid no Criciúma

Ideia de união não durou nem 24 horas e time anunciou outro treinador

Rodrigo Faraco: o pacto da queda de Deivid no Criciúma Caio Marcelo / Especial/Especial
Foto: Caio Marcelo / Especial / Especial

Parecia que estava adivinhando. O pacto do Criciúma, anunciado por Gabriel Skinner, na terça, não durou 24 horas. Aliás, talvez ele não estivesse realmente envolvido no processo, afinal, saiu junto com o técnico Deivid.

A demissão veio rápida e o pacto pareceu ser pela saída do treinador. Mas repito, o problema do Tigre é bem maior. É falta de qualidade e de referências. Argel foi procurado. Conversei com ele no início da noite de terça-feira. Disse que agradeceu, mas não aceitou o convite por questões pessoais.

Leia também

Criciúma anuncia demissão de Deivid e de executivo de futebol
Criciúma acerta com técnico Luís Carlos Winck para sequência do ano

 
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros