Sobreviventes do acidente com o avião da Chapecoense visitam hospital em que ficaram internados - Esporte - O Sol Diário

Em Medellín 09/05/2017 | 13h23Atualizada em 09/05/2017 | 15h17

Sobreviventes do acidente com o avião da Chapecoense visitam hospital em que ficaram internados

Alan Ruschel, Jakson Follmann, Neto e Rafael Henzel tiveram oportunidade de agradecer os médicos e enfermeiros que cuidaram deles após a tragédia

A programação dos sobreviventes do acidente aéreo de 29 de novembro do ano passado começou cedo nesta terça-feira, em Medellín. Após tomarem café no hotel, por volta das 10h (horário local), 12h (Brasília), Alan Ruschel, Neto, Jakson Follmann e Rafael Henzel deixaram o local em direção ao hospital San Vicente Fundación, em Rio Negro, onde chegaram por volta das 10h45min (horário local, 12:45min hora de Brasília).

Eles estavam ansiosos para agradecer aqueles que os ajudaram após a tragédia que tirou a vida de 71 pessoas na Colômbia. Henzel foi o primeiro a entrar no hospital e abraçar um dos médicos.

Alan Ruschel abraça um dos médicos que trabalhou no atendimento às vítimas do acidente com o avião da Chapecoense Foto: Bruna Bernardes / Agencia RBS

— Muito importante voltar aqui, prometi que voltaria e hoje voltei. Quero agradecer a todos vocês que ajudaram a nos manter vivos. Tive pneumonia e não conseguia pisar. Prometi que voltaria respirando forte e pisando fundo — disse Henzel.

Na chegada ao hospital, os sobreviventes foram recebidos por funcionários, que autorizou apenas a entrada de sete pessoas na parte interna, os quatro que sobreviveram junto com três médicos. Eles visitaram os quartos que ficaram internados após o acidente.

— Não tem coisa melhor do que poder estar aqui para agradecer tudo o que fizeram. Passamos dias difíceis e queria muito dar abraco neles — falou emocionado Alan Ruschel.

 Rafael Henzel cumprimenta profissionais que trabalharam no atendimento às vítimas do acidente com o avião da Chapecoense Foto: Bruna Bernardes / Agencia RBS

Do hospital, Neto, Follmann, Ruschel e Henzel irão para La Unión, local da queda da aeronave. Lá está programada uma cerimônia para entrega de alguns pertences das vítimas, recolhidos pela população local na época do acidente. 

Já os atletas que entram em campo nesta quarta-feira participam de um treinamento no estádio Atanasio Girardot, local da partida contra o Atlético Nacional, pela final da Recopa Sul-americana. A bola rola às 21h45min (hora de Brasília).

Leia mais notícias:
Colombianos se mobilizam para devolver pertences saqueados após queda de avião da Chapecoense

Diário de viagem: colombianos se emocionam no reencontro com os sobreviventes da Chapecoense

Chapecoense é recebida com homenagens na Colômbia, antes da final da Recopa Sul-Americana

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioCarga de concreto despenca do maior prédio do país em Balneário Camboriú https://t.co/V1SdKKXAlLhá 38 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioTrump "declarou guerra ao nosso país", diz chanceler da Coreia do Norte https://t.co/Ig5FTqB4g0há 49 minutosRetweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros