Surfista mais jovem no circuito mundial, catarinense Tainá Hinckel avança no Oi Rio Pro - Esporte - O Sol Diário

No "Maracanã do Surf"09/05/2017 | 17h53Atualizada em 09/05/2017 | 21h34

Surfista mais jovem no circuito mundial, catarinense Tainá Hinckel avança no Oi Rio Pro

Atleta da Guarda do Embaú com 14 anos recém completados já está competindo com profissionais; Yago Dora, morador de Florianópolis, disputou bateria com atual campeão John John Florence

Surfista mais jovem no circuito mundial, catarinense Tainá Hinckel avança no Oi Rio Pro Poullenot/WSL
Tainá disputou bateria com a hexacampeã mundial Stephanie Gilmore, australiana de 29 anos  Foto: Poullenot / WSL

A etapa brasileira do circuito da elite do surfe mundial começou nesta terça-feira em Saquarema (RJ) com a presença de dois catarinenses: Tainá Hinckel, da Guarda do Embaú, e Yago Dora, morador do Rio Tavares, em Florianópolis. Os dois conquistaram as vagas na Oi Rio Pro 2017 através de triagens na segunda-feira e participam como convidados.

— Com certeza o melhor dia da minha vida! Jamais poderia receber um presente melhor do que esse, campeã do trials aqui em Saquarema e assim confirmada no Oi Rio Pro CT 2017. Tenho muita gente pra agradecer! Agora, um novo ciclo que começa, um ano mais velha e de mais experiência — escreveu Tainá nas redes sociais, que garantiu presença na competição no dia de seu aniversário de 14 anos.

Campeã Sul-Americana Pro Junior do Peru no ano passado, ela é a atleta mais nova a surfar com a elite mundial em Saquarema, a chamada "Maracanã do Surfe". E na bateria de estreia estava nada menos do que a australiana Stephanie Gilmore, de 29 anos, atual líder do ranking e seis vezes campeã mundial, além da também australiana Keely Andrew, 11º no ranking.

Tainá Hinckel concentrada antes da primeira bateria Foto: Poullenot / WSL

As ondas de Saquarema não ajudaram, e Tainá e Keely Andrew não conseguiram sair bem. A única onda boa que entrou na bateria foi surfada por Stephanie Gilmore, que venceu com 6,33 pontos. A catarinense conseguiu apenas 1,5 pontos de nota, mesmo assim garantiu o segundo lugar e terá chances novamente nesta quarta-feira na repescagem. Ela será a adversária da campeã mundial Tyler Wright no terceiro duelo da segunda fase.

— A Tainá é treinada pelo Carlos Kxot, que foi um grande competidor nos anos 80 e agora está se dedicando à carreira da filha. Então ela tem total suporte da família, já venceu no Peru, na Indonésia e é uma das grandes esperanças da nova safra brasileira. Dá pra dizer que a Tainá teve uma estreia muito boa no CT— destacou o narrador da WSL João Lopes.

RELEMBRE: Tainá Hinckel, da Guarda do Embaú, se prepara para disputar Mundial Junior de surfe

Veja como Tainá se saiu no Round 1

Florence é pressionado por Yago Dora

O atual campeão mundial de surfe, John John Florence, foi surpreendido pelo surfista Yago Dora, 20 anos, morador do Sul da Ilha. Ele e o também brasileiro Miguel Pupo fizeram o havaiano ir ao limite para se classificar. Chamado pela própria WSL como jovem dono de um dos melhores aéreos do mundo, Dora marcou 9,27 e fez o gringo lutar para garantir um 8,17 no final. Felizmente para Florence, Dora foi incapaz de encontrar uma segunda onda melhor e terminou em segundo.

O catarinense abre o round 2 nesta quarta-feira contra o norte-americano Kolohe Andino. Dora disputa o WQS, que é o circuito classificatório para a elite mundial, e como está participando do Oi Rio Pro como convidado, sua pontuação não conta para o ranking.

Yago Dora voando em Saquarema Foto: Poullenot / wsl

Veja como foi a bateria de Yago Dora


 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioWilliam Waack é internado e passará por cirurgia https://t.co/WqtiHqIbLKhá 21 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioHomem é preso suspeito de tráfico de drogas no bairro Itoupava Seca em Blumenau https://t.co/fcc7nqVx2vhá 21 minutosRetweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros