Cabo resume vitória do Figueirense sobre Londrina: "Segurança" - Esporte - O Sol Diário

Série B28/06/2017 | 09h01Atualizada em 28/06/2017 | 11h56

Cabo resume vitória do Figueirense sobre Londrina: "Segurança"

Para treinador, equipe teve atuação estável e sem sustos no triunfo por 3 a 1, que encerrou o jejum de oito partidas sem vencer na competição

Cabo resume vitória do Figueirense sobre Londrina: "Segurança" Leo Munhoz/Agencia RBS
Marcelo Cabo aponta virtude do Figueira ante o Londrina: segurança Foto: Leo Munhoz / Agencia RBS
DC Esportes
DC Esportes

O Figueirense venceu o Londrina por 3 a 1, no Orlando Scarpelli, e acabou com o jejum de vitórias na Série B do Campeonato Brasileiro, que durou oito partidas. Apesar da fase complicada, em que o time despencou do G-4 para a zona de rebaixamento, a equipe demonstrou estabilidade dentro de campo. Para representar isso, o técnico Marcelo Cabo resumiu como ¿segurança¿.

- Acho que a palavra segurança resume o nosso jogo. A gente precisava fazer um jogo seguro e controlado, administrar em casa, sem correr o risco. Os atletas assimilaram bem o proposto, funcionou a estratégia. Enfrentamos adversário que iria jogar no nosso erro e aproveitando a bola parada. A vitória veio no momento certo, exato, antes da parada. Vamos trabalhar nessa parada para voltar a vencer — disse o comandante, vislumbrando o período de treinamento até o próximo compromisso, somente no sábado seguinte, no dia 8, fora de casa.

Das oito partidas sem triunfo, três a equipe estava sob a batuta de Marcelo Cabo. Na entrevista coletiva após a partida, o comandante alvinegro revelou que o trabalho com os atletas desde a sua chegada, em virtude de pouco período de treinamento, foi voltado ao aspecto psicológico. Queria que seus comandados entrassem em campo sem o peso da seca de vitórias. Deu certo ante o Londrina.

— Conversei muito com os atletas. O primeiro passo era trabalhar o psicológico. O grupo não poderia carregar peso de vitória que não ocorria. Nas palestras trabalhamos para que tivessem leveza para jogar. Tínhamos que ter o equilíbrio. Estamos aprendendo a jogar a competição. A qualificação da equipe existe, mas tínhamos de arrumar a cozinha. Precisávamos de um jogo equilibrado, como ocorreu. Temos de manter o pé no chão. Há muito o quê trabalhar e evoluir. Isso me deixa otimista, ter muito o que evoluir na competição. Há muito trabalho.

Leia mais notícias do Figueirense

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioObras da Rodovia Jorge Lacerda param em Itajaí por falta de postes https://t.co/BROiv1tYiChá 44 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioTécnico do Avaí aprova rendimento do time: "Tivemos boas tomadas de decisões" https://t.co/VtjsBuQi9uhá 1 horaRetweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros