Dirigente do Cruzeiro diz que houve mal-entendido e que Chape será bem recebida no Mineirão - Esporte - O Sol Diário

Após confusão02/06/2017 | 00h27Atualizada em 02/06/2017 | 12h16

Dirigente do Cruzeiro diz que houve mal-entendido e que Chape será bem recebida no Mineirão

Equipes voltam a se enfrentar neste domingo, pela Série A do Brasileiro

Dirigente do Cruzeiro diz que houve mal-entendido e que Chape será bem recebida no Mineirão Márcio Cunha/Especial
Foto: Márcio Cunha / Especial

O vice-presidente de futebol do Cruzeiro, Vicente Citadin, disse que a confusão na área mista entre Raposa e Chapecoense, após a eliminação do Verdão da Copa do Brasil foi um mal-entendido.

- Estava um jogador na porta do vestiário e mais alguém dentro que reclamaram dos acréscimos de sete minutos e que consideraram exagerados, nesse momento passava o presidente da Chapecoense e pensou que fosse uma provocaçã, iniciando a confusão - disse Citadin.

Ele afirmou que nisso vieram jogadores dos dois times e que houve a confusão. Posteriormente os dirigentes conversaram com a diretoria da Chapecoense.

Ele lembrou que o Cruzeiro foi quem emprestou o primeiro jogador para a Chapecoense, Douglas Grolli, com parte do salário pago. Também fez isso com Fabrício Bruno. Destacou que Artur Moraes também passou pelo clube e que sempre foi bem recebido em Chapecó. Só reclamou que a porta do vestiário foi chutada.

- Por nós o assunto está encerrado e a Chapecoense será bem recebida no domingo - destacou.

Árbitro ferido e confusão marcam pós-jogo entre Chapecoense x Cruzeiro
Chapecoense empata com o Cruzeiro e dá adeus à Copa do Brasil

Leia mais sobre a Chapecoense
Veja a tabela de classificação da Copa do Brasil


 
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros