"É muita vontade de não dar o pênalti", reclama técnico do Avaí após lance contra o Flamengo - Esporte - O Sol Diário

Série A11/06/2017 | 19h57Atualizada em 11/06/2017 | 19h57

"É muita vontade de não dar o pênalti", reclama técnico do Avaí após lance contra o Flamengo

Claudinei Oliveira ironizou a decisão do árbitro da partida

"É muita vontade de não dar o pênalti", reclama técnico do Avaí após lance contra o Flamengo Cristiano Estrela/Agencia RBS
Foto: Cristiano Estrela / Agencia RBS
DC Esportes
DC Esportes

Bastante indignado, o técnico do Avaí, Claudinei Oliveira, sustentou na entrevista coletiva após o empate por 1 a 1 com o Flamengo que o árbitro Paulo Volkopf desmarcou um pênalti a favor do Leão com medo de prejudicar o time carioca na noite deste domingo. 

O treinador evitou falar em interferência externa, mas contestou a experiência do juiz do Mato Grosso do Sul.

— É muita vontade de não dar o pênalti. Você dá o pênalti. E aí pergunta para o adicional. E pergunta para o bandeirinha. Se pudesse, ele ligava para casa e perguntava se foi pênalti! — ironiza.

Claudinei disse que viu o lance na televisão e que, de fato, Everton derrubou Diego Tavares. Para o técnico do Avaí, o jogador é desequilibrado pelo adversário.

— Ele não deu o pênalti porque não quis dar. Ele deu contra a vontade.

O treinador lembrou ainda a penalidade que não foi marcada para o Avaí contra o Vitória na Ressacada, na estreia do Brasileirão. Lamentou que esses lances são esquecidos rapidamente, mas destacou:

— Temos que continuar acreditando, sem baixar a guarda. Não podemos ter complexo de vira latas.


Confira as últimas do Avaí
Acesse a tabela da Série A
Anulação de pênalti do Avaí gera suspeita de interferência externa
Chefe da arbitragem rechaça interferência externa em jogo do Avaí

O Sol Diário
Busca