Cabo confirma retorno de Zé Love como titular do Figueirense diante do Vila Nova - Esporte - O Sol Diário
 
 

Série B28/07/2017 | 12h57Atualizada em 28/07/2017 | 12h57

Cabo confirma retorno de Zé Love como titular do Figueirense diante do Vila Nova

Após cinco meses, cirurgia e recondicionamento físico, atacante volta a atuar com a camisa alvinegra no duelo das 16h30 deste sábado

Cabo confirma retorno de Zé Love como titular do Figueirense diante do Vila Nova Luiz Henrique/Figueirense FC
Atacante volta a atuar em jogos pelo Figueirense após mais de cinco meses de ausência Foto: Luiz Henrique / Figueirense FC
DC Esportes
DC Esportes

Zé Love vai voltar aos jogos com a camisa do Figueirense. O técnico Marcelo Cabo confirmou a escalação do atacante no confronto das 16h30 deste sábado, contra o Vila Nova, pela 17ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O duelo no Orlando Scarpelli representa ao jogador o retorno após mais de cinco meses de fora de partidas oficiais, uma cirurgia em virtude de hérnia e recondicionamento físico.

— Eu fico feliz e alegre pela volta do Zé. Uma pessoa que passou pela insegurança de não andar mais, temos de olhar essa pessoa de uma maneira diferente, pelo que passou. É preciso analisar o pai, o ser humano. Então, o clube deu o respaldo a ele. O Zé era para ter voltado contra o Oeste, mas por um protocolo médico precisou esperar. Optamos em iniciar o jogo com o Zé e ele pode atuar até os 90 minutos, tem participado de trabalhos intensos — avisou o treinador do Figueira, em entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira.

O último confronto dele com a veste alvinegra foi a vitória sobre o Criciúma, por 4 a 2, pelo Campeonato Catarinense. A partida em 12 de fevereiro foi a última das quatro em que atuou. A volta de Zé Love é com uma equipe diferente, reformulada para a disputa da Série B após a derrocada no Estadual. Neste sábado, ele é um dos 11 da escalação que tem: Saulo; Bruno Santos, Ferreira, Marquinhos e Julinho; Zé Antônio, Dudu Vieira e Renan Mota; Robinho, Henan e Zé Love.

É uma formação diferente, com alterações em relação a que foi derrotada pelo América-MG, por 4 a 2, na rodada passada. Marcelo Cabo afirmou na entrevista que gostaria da continuidade. Porém, as circunstâncias o obrigam a mudar.

—Às vezes a gente sofre com críticas de não repetir a equipe, mas é inerente à minha vontade. Futebol é repetição, mas eu cheguei aqui com ausências, o Zé Love voltou de lesão, meus dois laterais, teoricamente titulares, o Dudu e o Lazaroni, estão no DM. O Jorge Henrique e o Marco Antônio, vitais, estão no DM também. Temos 40 atletas no elenco e tenho sofrido com ausências — explicou.


Leia mais notícias sobre o Figueirense 
Acesse a tabela de classificação da Série B do Brasileirão



O Sol Diário
Busca