Em dívida com a torcida, Figueirense recebe o Oeste no Orlando Scarpelli - Esporte - O Sol Diário

Em casa18/07/2017 | 07h31Atualizada em 18/07/2017 | 07h31

Em dívida com a torcida, Figueirense recebe o Oeste no Orlando Scarpelli

Time alvinegro recebe o Oeste às 19h15min desta terça-feira

Em dívida com a torcida, Figueirense recebe o Oeste no Orlando Scarpelli Arte DC/Arte DC
Foto: Arte DC / Arte DC
DC Esportes
DC Esportes

Sete pontos em sete jogos em casa. Os resultados no Orlando Scarpelli não deixam dúvidas: o Figueirense está em débito com o torcedor. Uma dívida que pode começar a ser paga na noite desta terça-feira com resultado positivo, e com boa atuação. O Alvinegro recebe o Oeste para o confronto das 19h15min pela 15ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O time entra em campo com a possibilidade de deixar a zona de rebaixamento.

A colocação é fruto do desempenho como mandante. O Furacão tem o segundo pior aproveitamento em casa de toda a Série B. Somou 33,3% dos pontos disputados em seus domínios. Neste aspecto, só não é pior que o Náutico, com 16,7% — quatro pontos em oito partidas. A vitória no Scarpelli é compromisso inadiável.

— Estamos devendo uma boa atuação em casa. Sabemos da capacidade do time do Oeste, que vem de um bom resultado (2 a 0 sobre o Paraná), uma campanha boa (11º lugar). Então, precisamos ser mais competitivos e fazer prevalecer o mando de campo — decretou o técnico Marcelo Cabo, na véspera do confronto.

Ao longo de toda a temporada, o Figueirense venceu cinco das 18 partidas em que teve o mando. Duas delas foram na Série B. No último jogo em casa, venceu o Londrina por 3 a 1. Foi a primeira vitória sob o comando do treinador. A outra foi no primeiro jogo no Scarpelli pela competição. Na ocasião, a equipe ainda comandada por Márcio Goiano fez 3 a 0 no Náutico. Foi a melhor atuação da equipe na temporada, e foi seguida de uma vitória como visitante.

Mudança provável no esquema da equipe

Na rodada passada, o Furacão bateu o Brasil-RS. Triunfo necessário, mas que não é propriamente um parâmetro para o compromisso contra o Oeste. Isso porque Marcelo Cabo deu indícios de que não deve repetir o esquema com três zagueiros. Lesionados, o meia Marco Antônio e o lateral Guilherme Lazaroni ficam de fora. Jorge Henrique também está fora por dores musculares.  O zagueiro Leandro Almeida está suspenso por ter sido expulso no 2 a 1 sobre o Brasil-RS.

Treinador do Oeste, Roberto Cavalo tem alguns problemas para montar sua equipe. Há dúvida na laterais. O titular da direita, Guilherme Romão, está lesionado, enquanto há dúvida na esquerda, entre William Cordeiro e Daniel Borges.

FICHA TÉCNICA

FIGUEIRENSE: Saulo; Dudu Vieira; Marquinhos, Ferreira e Iago; Zé Antônio, Matheus Pereira e Patrick; Robinho, Henan e Índio. Técnico: Marcelo Cabo.

OESTE: Rodolfo; William Cordeiro, Joílson, Leandro Amaro e Velicka; Lídio; Betinho e Fernando Aguiar; Gabriel Vasconcelos, Danielzinho e Jheimy. Técnico: Roberto Cavalo.

ARBITRAGEM: Renan Roberto de Souza, auxiliado por Luís Filipe Gonçalves Correa e Márcio Freire Lopes (trio de PB).

DATA E HORA: nesta terça-feira, às 19h15min

LOCAL: Orlando Scarpelli, em Florianópolis

Leia mais notícias sobre o Figueirense 
Acesse a tabela de classificação da Série B do Brasileirão


 
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros