Marco Antônio promete Figueirense mais aguerrido contra o Ceará - Esporte - O Sol Diário

SÉRIE B04/07/2017 | 17h30Atualizada em 04/07/2017 | 17h32

Marco Antônio promete Figueirense mais aguerrido contra o Ceará

Furacão precisa da vitória para sair da zona de rebaixamento

Marco Antônio promete Figueirense mais aguerrido contra o Ceará Luiz Henrique/FFC
Marco Antônio ressalta trabalho dos últimos dias para a recuperação do Furacão no campeonato Foto: Luiz Henrique / FFC
DC Esportes
DC Esportes

O torcedor pode esperar um Figueirense ainda mais aguerrido, mas ao mesmo tempo mais cauteloso diante do Ceará, às 16h30min de sábado, no Orlando Scarpelli. É o que promete o meia Marco Antônio, em entrevista coletiva na tarde desta terça-feira. Com dez dias entre uma partida e outra da Série B do Brasileirão, os jogadores e o técnico Marcelo Cabo trabalham para deixar o time encaixado para o próximo compromisso. 

Marco Antônio disse que Cabo já havia passado uma filosofia de trabalho, porém com os treinamentos a tendência é que os atletas assimilem melhor o que o treinador deseja.

— Uma coisa é você ter o visual de uma palestra, uma reunião, uma conversa. Outra é você transportar isso para dentro do campo nesse entendimento, nesse esquema novo de jogo, tática nova e com as variações que ele implementa. É como ele disse: é muita informação que se passa, então se precisa de tempo pra assimilar. Acho que esses dias são bons pra isso, recuperar quem está sentindo mais, quem está mais desgastado, voltar a uma forma normal pra poder engrenar — salienta o jogador. 

O torcedor também pode esperar um time mais cauteloso contra o Ceará. Marco Antônio ressaltou que a equipe estava se expondo demais, saindo de forma afoita em busca do resultado. 

— O começo da competição nos trouxe isso e a gente acabou sofrendo algumas derrotas em lances que dá para serem evitados, lances de contra-ataques, de desatenção, de erros pontuais. Acho que esse tempo serve para esse encaixe e entender aquilo que o treinador quer. O torcedor pode ficar tranquilo que a gente está trabalhando demais para tirar o Figueirense disso — enfatizou. 

Com 12 pontos conquistados em 11 jogos nesta Série B, o Furacão precisa da vitória para sair da zona de rebaixamento. E um triunfo em casa, com o apoio do torcedor, pode ser significativa na recuperação do Figueira na competição. Marco Antônio relembra o campeonato do ano passado, quando defendia o Náutico e deixou a classificação à Série A escapar na última rodada. 

– A gente olha para trás, coloca mais uma vitória e poderia ter subido. Então, qualquer derrota dentro da competição pode ter sido um jogo chave. A gente perdeu muitas rodadas, estamos atrás e precisamos fazer um campeonato de recuperação. Mas está tudo muito embolado, acho que duas, três vitórias, já te coloca de novo na briga pelo G-4, e qualquer momento pra que elas venham será muito bem-vindo, e vai ter que ser com muito esforço, muito trabalho.

Leia mais notícias do Figueirense

Confira a tabela da Série B

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioMarquinhos fala da volta de Kozlinski aos titulares do Avaí: "Confiança do grupo ele tem" https://t.co/u033a8eZuzhá 1 diaRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioTécnico do Figueirense exalta grupo e diretoria: "Fizemos uma família" https://t.co/TgxY1wi2Tuhá 1 diaRetweet
O Sol Diário
Busca