Mesmo sem vencer, Mancini vibra com atitude de atletas da Chape - Esporte - O Sol Diário

Série A03/07/2017 | 22h37Atualizada em 03/07/2017 | 22h37

Mesmo sem vencer, Mancini vibra com atitude de atletas da Chape

Treinador acredita que postura da equipe no empate com o Fluminense mostra o caminho da equipe nos próximos jogos do Brasileirão

Mesmo sem vencer, Mancini vibra com atitude de atletas da Chape Márcio Cunha/Especial
Mancini gosta de atitude e se contenta com ponto somado fora de casa Foto: Márcio Cunha / Especial
DC Esportes
DC Esportes

O empate em 3 a 3 tem sabor de frustração à Chapecoense, pelo fato de estar vencendo o Fluminense até os acréscimos da partida no Giulite Coutinho, na noite desta segunda-feira. O técnico Vagner Mancini não escondeu o aborrecimento pelo resultado no confronto da 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mas tinha vibração na voz durante a entrevista coletiva.

É que o comandante da Chape acredita que a postura do time foi diferente em relação aos outros jogos, mesmo com um atleta a menos na parte final do duelo. E que dá a esperança de que a vitória que escapou em Mesquita (RJ) não escapará em uma próxima ocasião.

— Tivemos de nos defender quando estávamos com um a menos. Ninguém fez mágica, não tem receita de bolo. O grupo de jogadores entendeu que atitude teria de ser outra e assim será no campeonato. Todas as equipes são niveladas, nenhuma é superiora a outra. Até o líder Corinthians tem encontrado dificuldades. Acho que tivemos algo a mais, com dedicação e atitude, com marcação e tivemos boas oportunidades de gol. O Jandrei fez boas defesas no final da partida, mas o Júlio César (goleiro do Fluminense) também. De forma simples é fácil mostrar aos atletas que assim estaremos próximos das vitórias — disse o comandante.

O resultado não foi colocado como ruim pelo treinador. Afinal, a equipe somou um ponto como visitante, ainda mais depois de três jogos seguidos em que saía de campo derrotada. O triunfo empurraria o Verdão da 15ª para a sexta colocação. Mancini lamenta, porém encontrar motivos para se satisfazer.

— Lamentamos porque estivemos muito perto de vencer. Chegaríamos ao sexto lugar, para ver o quão equilibrado é o campeonato, a igualdade de equipes e de pontos. Não é fácil enfrentar o Fluminense aqui. Fomos donos do primeiro tempo e eles melhores na segunda etapa. Talvez o empate seria justo mesmo, mas lamentamos não ter somado dois pontos a mais. O alerta ainda está ligado para voltarmos a vencer. O resultado não foi tão ruim. Foi fora de casa, contra uma grande equipe, e o ponto é importante — ponderou.

O próximo desafio da Chape será no domingo. Às 11h, a equipe alviverde encara o Atlético-PR, na Arena Condá. 

Leia todas as notícias sobre a Chapecoense

 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioPrefeitura de Itapema quer cancelar Plano Municipal de Saneamento https://t.co/ObITYTU6iAhá 18 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioSá Leitão assume Ministério da Cultura e diz que vai tentar reduzir custos e aumentar receitas https://t.co/GjzuvDjzFIhá 1 horaRetweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros