Na estreia de Vinícius Eutrópio, Chapecoense perde novamente - Esporte - O Sol Diário

Segue sem vencer13/07/2017 | 21h25Atualizada em 13/07/2017 | 21h51

Na estreia de Vinícius Eutrópio, Chapecoense perde novamente

Time não vence há sete jogos entre Brasileirão e Sul-Americana

Na estreia de Vinícius Eutrópio, Chapecoense perde novamente CHICO PEIXOTO/ESTADÃO CONTEÚDO
Chapecoense perdeu o quinto jogo seguindo contra o Sport, em Pernambuco Foto: CHICO PEIXOTO / ESTADÃO CONTEÚDO

Na estreia do técnico Vinícius Eutrópio, que conseguiu um efeito suspensivo de sua punição pela expulsão quando ainda dirigia o Santa Cruz, a Chapecoense voltou a perder nesta quinta-feira, dessa vez para o Sport, por 3 a 0, na Arena Pernambuco. O time catarinense não vence há sete jogos, sendo seis pela Série A do Brasileirão e um pela Copa Sul-Americana.

O primeiro tempo foi de poucas chances de gol. A Chape marcou forte, mas também teve dificuldades para criar chances de fazer o gol. O primeiro lance de perigo contra o Verdão foi num cruzamento na área que o zagueiro Douglas Grolli mandou contra. A bola foi para fora.

O time catarinense tentou em alguns chutes de fora da área, com Arthur Caíke e Wellington Paulista, mas ambos erraram o alvo. A melhor chance do primeiro tempo foi do time pernambucano. Mena recebeu na esquerda e chutou forte, cruzado, mas Jandrei conseguiu espalmar. Na saída para o intervalo, o atacante Arthur Caíke elogiou a postura do time. 

— É um ponto forte nosso, a marcação. Voltamos a fazer bem isso. Tivemos um primeiro tempo muito bom. Tive uma chance mas a bola quicou na hora de finalizar – disse o atacante.

No segundo tempo, com a entrada de Diego Souza no lugar de Sander, o Sport tomou conta do jogo. Logo no primeiro lance, Diego Souza chutou com perigo, por cima do gol. Depois, Everton Felipe cobrou falta que foi na rede, pelo lado de fora.

Aos 17 minutos, André tocou para Everton Felipe, correu na área, recebeu de volta e bateu rasteiro, para marcar o gol: 1 a 0. Jandrei ainda evitou o segundo em chute de fora da área de Rogério. 

A Chapecoense teve a chance de empatar num chute de fora da área de Luiz Antônio, que Agenor conseguiu mandar para escanteio. Aos 47 minutos, Diego Souza ampliou o placar, de cabeça: 2 a 0. Ainda deu tempo para André marcar o terceiro, selando a quinta derrota seguida da Chapecoense para o Sport, em Pernambuco: 3 a 0. O tabu foi mantido e ampliado.

No próximo domingo, a Chapecoense enfrenta o São Paulo, na Arena Condá. Quem perder se aproxima da zona de rebaixamento.

FICHA TÉCNICA

SPORT-3: Magrão (Agenor), Samuel Xavier, Ronaldo Alves. Henríquez e Sander (Diego Souza); Rithely, Patrick, Everton Felipe e Mena; Osvaldo (Rogério) e André. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

CHAPECOENSE-0: Jandrei, Apodi, Douglas Grolli, Victor Ramos e Reinaldo; Lucas Mineiro, Andrei Girotto (Luiz Antônio), Lucas Marques (Lourency) e Seijas (Dodô); Wellington Paulista e Arthur. Técnico: Vinícius Eutrópio

Gols: André, aos 17 minutos do segundo tempo e aos 49, Diego Souza, aos 47 da etapa final.

Arbitragem: Fabiano da Silva Ramires, auxiliado por Vanderson Antonio Zanotti e Edson Glicerio dos Santos (trio do ES).

Cartões amarelos: Ronaldo Alves, Patrick (S); Reinaldo, Andrei Girotto, Wellington Paulista, Lucas Marques, Douglas Grolli e Apodi (C).

Local: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata-PE.

Leia mais notícias sobre a Chapecoense
Confira a tabela da Série A do Brasileirão

O Sol Diário
Busca