Pressionado, Marcelo Cabo tem semana para arrumar a casa do Figueirense - Esporte - O Sol Diário

Trabalho24/07/2017 | 07h01Atualizada em 24/07/2017 | 07h01

Pressionado, Marcelo Cabo tem semana para arrumar a casa do Figueirense

Técnico terá tempo para treinar o time que vai encarar o Vila Nova, sábado, no Orlando Scarpelli

Pressionado, Marcelo Cabo tem semana para arrumar a casa do Figueirense Luiz Henrique/FFC
Treinador Marcelo Cabo tem mais derrotas no comando do Figueirense do que vitórias Foto: Luiz Henrique / FFC
DC Esportes
DC Esportes

Uma semana para treinar. Esse é o tempo que Marcelo Cabo tem para tentar arrumar a casa do Figueirense. Mas não serão dias fáceis. Questionado pela torcida, que o aponta como um dos principais responsáveis pelo fraco desempenho do time até agora na Série B do Campeonato Brasileiro, o técnico deixou o Independência na sexta-feira, após ser goleado por 4 a 2 pelo América-MG, dizendo-se focado e que seu cargo é do presidente do clube. Contudo, a partida contra o Vila Nova, às 16h30min de sábado, no Orlando Scarpelli, tende a ser decisiva para o futuro de Cabo no Figueira. 

As razões são conhecidas no futebol: o treinador acumula números negativos no Figueirense. Desde que chegou ao clube, na metade de junho, Cabo comandou o time em nove partidas, com duas vitórias, dois empates e cinco derrotas. O Furacão entrou na temida zona de rebaixamento na nona rodada e não saiu mais. Atualmente, ocupa a 18ª posição com 16 pontos, quatro a menos que o Paysandu (20), primeiro fora do Z-4. Ou seja, mesmo que vença o Vila Nova no sábado, o Figueira não sai da degola nesta rodada. 

O adversário, aliás, tem feito boa campanha nesta Série B. O time goiano está na 4ª colocação com 26 pontos, hoje o último a garantir acesso à primeira divisão nacional. Depois do Vila Nova, outra pedra dura no caminho do Figueira. Em casa, dia 1º de agosto, a equipe encara o Juventude, 3º colocado com 27. 

Cabo disse que espera pela recuperação de jogadores que estão no departamento médico, como o zagueiro Bruno Alves e o lateral Julinho. O técnico gostou do atacante Nicolas Careca, que entrou no segundo tempo e fez gol diante do América-MG. A expectativa também é pelo retorno de Zé Love, que se recupera de lesão e não joga desde fevereiro. O time ainda pode perder Robinho, que estaria na mira do Fluminense. 

A virada do Figueirense no campeonato pode começar com uma vitória sobre o Vila Nova.

Leia mais notícias sobre o Figueirense 
Acesse a tabela de classificação da Série B do Brasileirão



Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioConfusão entre torcidas de Juventude e Figueirense antes do jogo no Jaconi  https://t.co/Po7QNKEGfNhá 24 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioFigueirense garantido na Série B mesmo sem entrar em campo https://t.co/1nJsaafggIhá 1 horaRetweet
O Sol Diário
Busca