Chapecoense surpreende e vence Palmeiras em São Paulo - Esporte - O Sol Diário

Série A20/08/2017 | 21h16Atualizada em 23/08/2017 | 17h09

Chapecoense surpreende e vence Palmeiras em São Paulo

Equipe do Oeste aplicou 2 a 0 no atual campeão brasileiro e deixou a zona de rebaixamento

Chapecoense surpreende e vence Palmeiras em São Paulo RODRIGO GAZZANEL/ESTADÃO CONTEÚDO
Fabrício Bruno abriu o placar para a Chapecoense ainda no primeiro tempo da partida contra o Palmeiras no Allianz Arena Foto: RODRIGO GAZZANEL / ESTADÃO CONTEÚDO

No retorno da excursão pela Europa e pela Ásia, a Chapecoense surpreendeu o Palmeiras e venceu o atual campeão brasileiro em plena Allianz Arena, em São Paulo. Bem fechada na defesa e explorando os contra-ataques, a equipe do Oeste conquistou os três pontos com gols do zagueiro Fabrício Bruno e do atacante Túlio de Melo. Com a vitória, os catarinenses deixaram a zona de rebaixamento da Série A do Campeonato Brasileiro.

O Palmeiras dominou as ações, chegando a alcançar 61% da posse de bola, mas não conseguiu transformar o controle da partida em chances de gol. O treinador Cuca escalou os Moisés e Guerra para dar maior criatividade ao meio-campo, mas se expôs ao contra-ataque da Chapecoense.

O primeiro gol da equipe catarinense veio ao 38 minutos do primeiro tempo. Em falta pela esquerda, Reinaldo mandoua bola na área palmeirense e Fabrício Bruno aparece sozinho no lado direito para tocar na saída do goleiro Fernando Prass. Até então, praticamente só o Palmeiras havia atacado - mas teve apenas uma chance clara de gol, logo aos 12 minutos, quando o atacante William recebeu sozinho na área e o goleiro Jandrei evitou a conclusão .

No intervalo, Cuca tentou mudar o jogo trocando peças no meio-campo e no ataque: Tchê Tchê e Keno entraram nos lugares de Thiago Santos e Roger Guedes. Pela Chapecoense, o treinador Vinicius Eutrópio deu mais peso ao ataque juntando os centroavantes Wellington Paulista e Túlio de Melo, com a saída do atacante Arthur para entrada do primeiro.

O jogo continuou no mesmo ritmo, com a bola nos pés dos Palmeiras e os catarinenses buscando o contra-ataque. Aos 8 minutos, a equipe da casa perdeu a chance de empatar quando Keno chutou para fora a bola que sobrou limpa na área após falha de Apodi. Os palmeirenses seguiram pressionando, mas sem ações efetivas. Aos 24 minutos, Cuca queimou a última substituição ao colocar o atacante colombiano Borja no lugar de William.

Com o reforço no ataque, o Palmeiras partiu para o abafa, cruzando bolas na área da Chapecoense. Os catarinenses continuavam à espreita e quase ampliaram o placar aos 39, quando Apodi tabelou com Luiz Antônio e dividiu a bola com o goleiro Prass, que evitou a conclusão. O Palmeiras partiu para o tudo ou nada nos últimos minutos. Aos 42 minutos, o atacante Deyverson conseguiu concluir de cabeça o escanteio cobrado por Tche Tche e obrigou Jandrei a fazer grande defesa. Dois minutos depois, Borja recebeu livre na área e chutou para fora.

No último lance do jogo, a dupla de ataque da Chapecoense mostrou resultado.  Wellington Paulista deu passe por cobertura para Túlio de Melo, que tocou na saída de Prass para marcar o segundo gol e garantir a vitória dos catarinenses em São Paulo.

Os três pontos da vitória fora de casa fizeram a Chapecoense ultrapassar São Paulo e Vasco da Gama, deixando a zona de rebaixamento. A equipe está em 15º lugar com 25 pontos e tem um jogo a menos que o adversários diretos. Com a derrota, o Palmeiras manteve-se na quarta colocação com 33 pontos.


Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioCarga de concreto despenca do maior prédio do país em Balneário Camboriú https://t.co/V1SdKKXAlLhá 1 horaRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioTrump "declarou guerra ao nosso país", diz chanceler da Coreia do Norte https://t.co/Ig5FTqB4g0há 1 horaRetweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros