Claudinei lamenta empate com São Paulo e permanência no Z-4: "nunca estivemos tão próximos de sair" - Esporte - O Sol Diário

Avaí20/08/2017 | 19h56Atualizada em 20/08/2017 | 20h07

Claudinei lamenta empate com São Paulo e permanência no Z-4: "nunca estivemos tão próximos de sair"

Apesar do empate em 1x1 com o São Paulo neste domingo na Ressacada, O técnico do Avaí, Cláudinei Oliveira, defendeu a atuação da equipe. O treinador afirmou que o time está com atuações mais consistentes, oscilando menos, e que ao enfrentar um adversário do tamanho do tricolor paulista, jogaram "de igual para igual". No entanto, lamentou bastante os dois pontos perdidos em casa e a manutenção do clube na zona de rebaixamento.

Confira a tabela da Série A do Campeonato Brasileiro

— A gente esteve na frente no placar, com chance de fazer o segundo gol e não conseguimos fazer. E a gente estava fora da zona de rebaixamento, nunca esteve tão próximo nos últimos jogos. Então a gente sentiu um certo abatimento, mas a gente tem que levantar a cabeça e fazer outra semana boa de trabalho para quando sair da zona de rebaixamento não voltar mais.

Ao contrário de coletivas passadas, onde o treinador criticou fortemente a arbitragem, neste domingo Claudinei disse que o empate não teve interferência do gaúcho Leandro Vuaden. O técnico inclusive assumiu que o jogador Pedro Castro cometeu pênalti ao tocar com a mão na bola.

— Ele fez o movimento normal de quem vai cabecear com os braços abertos. Acho que foi pego de surpresa, a bola bateu na mão dele, e a gente assume que foi pênalti. Os dois lances foram pênaltis.

Claudinei também falou sobre a procura por reforços. Disse que o time precisa de mais duas peças: um meia e um atacante.

— Temos que mapear na série A quem não fez sete jogos e se encaixa dentro da nossa política salarial. Na série B tem que ser um jogador inquestionável. Só que a gente tem limitações e estamos buscando no mercado, o espaço é curto e a gente não pode fazer loucura.

No dia 24 de agosto, Claudinei completará um ano à frente do time do Avaí. Antes de encerrar a coletiva, o treinador fez um retrospecto do seu trabalho, lembrando a campanha do acesso à primeira divisão e o vice catarinense. Finalizou dizendo que tem muito orgulho de trabalhar no Leão da Ilha.

Foto: Cristiano Estrela / Diário Catarinense


Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioMorre, aos 73 anos, Carlos Alberto Silva, o "homem do chifre" https://t.co/GEDohsrYyWhá 5 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioBaixa umidade relativa do ar em SC exige cuidados https://t.co/CcTrWUWkn6há 8 horas Retweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros