Criciúma segura o América-MG e volta com um ponto na bagagem - Esporte - O Sol Diário

Série B22/08/2017 | 23h22Atualizada em 22/08/2017 | 23h49

Criciúma segura o América-MG e volta com um ponto na bagagem

Partida termina sem gols no Independência na noite desta terça-feira

Criciúma segura o América-MG e volta com um ponto na bagagem Juarez Rodrigue/Estado de Minas
Criciúma e América-MG ficaram no empate sem gols em Belo Horizonte Foto: Juarez Rodrigue / Estado de Minas

Diante do líder da Série B do Campeonato Brasileiro, o Criciúma não fez uma grande partida na noite desta terça-feira. Fez apenas o suficiente para voltar de Minas Gerais com um ponto na bagagem e ainda seguir sonhando com o grupo de acesso à elite nacional. O placar sem gols no Independência, em Belo Horizonte, contra o América-MG, deixou o Tigre provisoriamente na 9ª posição na tabela com 31 pontos.

Dono do campinho, o Coelho comandou as ações do jogo nos primeiros minutos e deixou o Tigre encurralado na defesa. A pressão quase surtiu efeito em duas oportunidades antes dos cinco minutos. Na primeira, a zaga do Criciúma conseguiu evitar a conclusão de Luan e, na segunda, o goleiro Luiz fez grande defesa no chute de fora da área de Mateusinho. 

O América-MG insistiu e Luan ainda perdeu chance de abrir o placar. O atacante invadiu a área e novamente foi parado pela zaga do Tigre. Aos 17 minutos, os jogadores do Coelho pediram toque de mão da defesa do Criciúma dentro da área. O árbitro Marcelo de Lima Henrique mandou o jogo seguir. 

Aos poucos, o Criciúma equilibrou a partida. Porém o domínio do meio-campo era dos donos da casa, que insistiam pelas laterais e, principalmente, com Mateusinho e Luan. O primeiro chute a gol do Criciúma só aconteceu aos 42 minutos da etapa inicial, com João Henrique. O goleiro João Ricardo defendeu sem muito esforço. 

O Criciúma voltou do intervalo com a marcação adiantada e quase surpreendeu o América-MG no início da segunda etapa. Diogo Mateus arriscou o chute de fora da área e João Ricardo defendeu. Depois, quase que o goleiro do Coelho entrega um gol para o Tigre. Ele tentou sair jogando, mas acertou a bola nos pés de Lucão. O atacante não conseguiu dominar e a bola voltou para as mãos do goleiro. 

O América-MG teve a chance de abrir o placar com Bill. Livre, o atacante invadiu a área e tentou o drible em Luiz, mas se perdeu com a bola pela linha de fundo. Para tentar mudar o panorama da partida, o técnico Luiz Carlos Winck mexeu na equipe. Primeiro, tirou João Henrique para a entrada de Alex Maranhão. Depois, trocou Ricardinho por Barreto. 

O Criciúma tem pela frente 18 dias de folga até o próximo compromisso, dia 9 de setembro, contra o Luverdense, às 16h30min, no Heriberto Hülse.

Ficha técnica

América-MG: João Ricardo; Ceará (Ruy), Messias, Rafael Lima e Giovanni; Ernandes, Juninho, Renan Oliveira (Hugo Cabral) e Matheusinho (Neto Moura); Luan e Bill. Técnico: Enderson Moreira. 

Criciúma: Luiz; Diogo Mateus, Nino, Edson Borges e Diego Giaretta; Jonatan Lima, Ricardinho (Barreto), Douglas Moreira e João Henrique (Alex Maranhão); Lucão (Caíque) e Silvinho. Técnico: Luiz Carlos Winck. 

Cartões amarelos: Diogo Mateus, Luiz, Lucão, Barreto (C), Messias (A).

Arbitragem: Marcelo de Lima Henrique, auxiliado por Dibert Pedrosa Moises e Wendel de Paiva Gouveia (trio do RJ).

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).

Leia mais informações sobre o Criciúma
Acesse a tabela da Série B

O Sol Diário
Busca