Figueira derrota o Paysandu fora, mas termina primeiro turno na zona de rebaixamento - Esporte - O Sol Diário

Série B05/08/2017 | 21h07Atualizada em 06/08/2017 | 20h02

Figueira derrota o Paysandu fora, mas termina primeiro turno na zona de rebaixamento

Time catarinense demonstrou evolução sob o comando do interino Márcio Coelho

Figueira derrota o Paysandu fora, mas termina primeiro turno na zona de rebaixamento Ricardo Lima/Futura Press/ Estadão Conteúdo
Único gol da partida foi marcado aos 45 minutos da primeira etapa pelo atacante Robinho Foto: Ricardo Lima / Futura Press/ Estadão Conteúdo

O Figueirense quebrou uma série de quatro jogos sem vencer ao bater o Paysandu na noite deste sábado. A vitória tem um sabor ainda mais especial por ter sido conquistada fora de casa: o placar terminou 1 a 0 para o Alvinegro da Capital no estádio da Curuzu, em Belém. O gol da partida foi marcado pelo atacante Robinho, aos 45 minutos da primeira etapa. Apesar do bom resultado, o Figueira terminou o primeiro turno da Série B na zona de rebaixamento, com 20 pontos ganhos e a três de distância do Santa Cruz, primeiro time fora da zona de descenso.

Veja a tabela da Série B

Mesmo jogando fora de casa, o Figueira conseguiu fazer frente ao Papão, em especial na primeira etapa. Nos dez primeiros minutos, o time catarinense tomou conta dos espaços, embora sem criar oportunidades de gol. Em seguida, foi a vez do Paysandu começar a gostar da partida. Os jogadores da casa arriscaram mais e levaram perigo em pelo menos duas oportunidades, sempre com Bergson. Na primeira delas, ele tentou uma bicicleta, porém a bola passou à direita do gol.

A segunda tentativa exigiu uma bela defesa do goleiro Saulo. O atacante do Paysandu soltou uma bomba da intermediária, mas o goleiro voou na gaveta para evitar o gol. A resposta  catarinense foi mortal. Em um contra ataque bem armado, Robinho colocou a bola no cantinho e balançou as redes. 

No segundo tempo, o Paysandu se lançou com tudo ao ataque, porém de maneira desorganizada. A bola ficou com o time da casa na maior parte do tempo, porém sem conseguiu levar muito perigo ao gol alvinegro. O time de Florianópolis tentava explorar novamente os espaços no contra-ataque, porém também não teve muita efetividade.

Ao fim da partida, a sensação era de alívio para os jogadores do Figueira, que exaltaram também o trabalho do técnico interino, Márcio Coelho. Em duas partidas à frente do time, ele conseguiu um empate e uma vitória. 

— Foi o jogo da superação. A gente precisava de uma vitória maiúscula. Mérito também do nosso treinador, que estudou o time deles e soube anular as jogadas — disse o zagueiro Bruno Alves.

Na próxima rodada, o Figueira tentar dar sequência aos bons resultados ao enfrentar o Goiás, em casa. Já o Paysandu, décimo quinto na tabela, viaja a Barueri para jogar contra o Oeste. 

Ficha técnica

Paysandu (0) - Emerson, Ayrton (Hayner), Perema, Gualberto, Peri (Marcão); Nando Carandina, Renato Augusto, Rodrigo; Magno, Bergson, Anselmo (Fábio Matos). Técnico: Marquinhos Santos

Figueirense (1) - Saulo; Leandro Almeida, Bruno Alves, Henrique Trevisan; Ferrugem (Dudu Vieira), Patrick, Zé Antônio, Renan Mota (Luidy), Iago (Bruno Santos); Robinho e Henan. Técnico: Márcio Coelho 

Cartões amarelos: Perema e Gualberto (P); Saulo, Bruno Alves e Iago (F)

Gol: Robinho (F), aos 45 minutos do primeiro tempo

Local: Estádio da Cruzu, Belém do Pará

Leia mais notícias sobre o Figueirense 
Acesse a tabela da Série B do Brasileirão

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioHercílio Luz fica mais próximo do acesso e briga esquenta na outra semi https://t.co/oChe7OqIRrhá 12 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioConcórdia e Hercílio Luz ficam mais próximos do acesso à elite de SC https://t.co/KgVBHKWZmKhá 13 horas Retweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros