Joel aparece de cabeça e vira protagonista da vitória do Avaí sobre a Chapecoense no Brasileirão - Esporte - O Sol Diário

Série A27/08/2017 | 20h58Atualizada em 27/08/2017 | 21h00

Joel aparece de cabeça e vira protagonista da vitória do Avaí sobre a Chapecoense no Brasileirão

Com triunfo do Leão, saldo de confrontos entre o time na temporada é fechado com três vitórias para cada lado

Joel aparece de cabeça e vira protagonista da vitória do Avaí sobre a Chapecoense no Brasileirão Leo Munhoz/Diário Catarinense
Joel marca o gol que determina o triunfo do Avaí sobre a Chapecoense, na Ressacada Foto: Leo Munhoz / Diário Catarinense
DC Esportes
DC Esportes

Personagem que surge no fim para determinar o desfecho da trama. Joel estava longe de Santa Catarina nos outros cinco confrontos entre Avaí e Chapecoense na temporada. Mas se aproximou da bola o que pôde para que o desvio de cabeça bastasse para ser o protagonista do capítulo final da rivalidade entre os times, na noite deste domingo. Foi do camaronês o gol do 1 a 0 em favor dos donos da Ressacada para igualar o retrospecto dos jogos em 2017 — três vitórias para cada equipe entre jogos do Catarinense e do Campeonato Brasileiro.

Iguais em triunfos no ano e também em pontuação na tabela. O Leão chegou aos mesmos 25 pontos da Chape. Porém, o Verdão continua fora da zona de rebaixamento, enquanto os azurras ficam próximos de deixar a área incômoda da classificação. O Avaí enfrenta o Sport, fora de casa, na próxima rodada, quando a Chapecoense volta à Arena Condá para o duelo com o Cruzeiro. O Brasileirão para por duas semanas por causa dos jogos da Seleção Brasileira pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo. 

Ninguém quis arriscar assim que a bola começou a rolar na Ressacada. Enquanto o Avaí tentava encontrar espaços, a Chapecoense se defendia e trocava passes no meio-campo. Como o habitual, o Leão esperou a saída do adversário e, em um contra-ataque, por pouco não abriu o placar. A jogada começou com Joel, que ganhou a briga no meio e tocou para Juan. O meia avançou e deixou para Junior Dutra que, de primeira, arriscou de fora da área. A bola foi para fora. A Chapecoense respondeu com Reinaldo em chute também de longe. Só conseguiu o escanteio após desvio na zaga. Porém, aos 31 minutos, a bola encontraria o caminho das redes, graças a Joel. Em seu primeiro e único duelo contra a Chape na temporada, ele desviou de cabeça a cobrança de falta de Juan. O goleiro Jandrei não conseguiu evitar o gol. 

Empurrado pela torcida, o Avaí se manteve na tentativa jogar no erro do adversário. A Chape reclamou de um pênalti em lance que a bola teria batido no braço de Junior Dutra dentro da área. O árbitro Bráulio da Silva Machado mandou a partida seguir. Antes do fim do primeiro tempo, o técnico Vinícius Eutrópio foi expulso por reclamação. A etapa inicial ainda teve um chute de Lucas Mineiro que quase surpreendeu o goleiro Douglas.

Chape luta no segundo tempo, mas não consegue mudar o placar Foto: Leo Munhoz / Diário Catarinense

Era o ritmo que a Chape iria impor na volta do intervalo. Com Seijas no lugar de Luiz Antônio, começou o segundo tempo mais ofensiva. Nos primeiros dez minutos o Verdão do Oeste teve duas chances de gol em cobranças de escanteio de Arthur Caíke, ambas com finalização de Wellington Paulista. Na primeira ele tirou do goleiro Douglas, de cabeça, mas o zagueiro Betão e tirou em cima da linha. Na segunda a bola foi na trave.

Diante do domínio da Chapecoense o técnico avaiano, Claudinei Oliveira, retirou Juan e colocou Willians. Mesmo assim o time visitante continuou pressionando. Apodi recebeu na direita, aplicou chapéu em Capa e chutou forte. Douglas fez bela defesa. No contra-ataque o Avaí quase chegou ao segundo gol. Joel foi lançado, invadiu a área e só não marcou porque Jandrei saiu rápido do gol e conseguiu a defesa.

A Chapecoense tentava pressionar mas o Avaí marcava bem. Betão interceptava a maioria das jogadas do adversário. Nos contra-ataques, o Leão levava perigo. Maicon lançou Willians na cara do gol mas o goleiro Jandrei novamente saiu de forma arrojada e dividiu com o atacante, pouco antes do apito que indicou a igualdade dos times na temporada, em pontos no Brasileirão e em triunfos nos duelos,

FICHA TÉCNICA 

Avaí -1
Douglas; Leandro Silva, Alemão, Betão e Capa; Simião (Lucas Otávio), Judson, Pedro Castro e Juan (Willians); Junior Dutra e Joel (Maicon). Técnico: Claudinei Oliveira.

Chapecoense- 0
Jandrei; Apodi, Grolli, Fabrício Bruno e Reinaldo; Moisés Ribeiro (Júlio César), Lucas Mineiro (Canteros), Luiz Antônio (Seijas) e Arthur; Wellington Paulista e Túlio de Melo. Técnico: Vinícius Eutrópio.

Gol: Joel, aos 31 do primeiro tempo (A),

Cartões Amarelos: Juan, Capa, Willians, Alemão (A), Arthur, Reinaldo, Moisés Ribeiro, Fabrício Bruno, Wellington Paulista (C)

Arbitragem: Bráulio da Silva Machado, auxiliado por Kléber Lucio Gil e Neuza Inês Back (trio de SC).

Público: 5.955 torcedores

Renda: R$ 127.426

Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis.

Acesse a tabela do Brasileirão Série A 
Leia mais notícias sobre o Avaí


O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros