Jon Jones é flagrado mais uma vez em exame antidoping - Esporte - O Sol Diário

Problema23/08/2017 | 00h19Atualizada em 23/08/2017 | 00h19

Jon Jones é flagrado mais uma vez em exame antidoping

Lutador é reincidente no caso e pode perder o cinturão do UFC

Jon Jones é flagrado mais uma vez em exame antidoping Sean M. Haffey/Getty Images/AFP
Foto: Sean M. Haffey / Getty Images/AFP

Jon Jones, campeão peso-meio-pesado do UFC, foi flagrado em exame antidoping para o uso de esteroides anabolizantes no dia anterior a luta contra Daniel Cormier, no dia 29 de julho, em que venceu por nocaute no UFC 214. A confirmação foi dada nesta terça-feira noite, divulgada primeiro pelo site TMZ.

A equipe do lutador enviou uma nota ao site MMA Fighting, traduzida pelo Combate.com:

"Nós estamos todos completamente sem palavras agora. Jon, seus treinadores, seus nutricionistas e seu camp inteiro trabalharam incansavelmente e meticulosamente nos últimos 12 meses para evitar esta exata situação. Estamos recebendo as amostras testadas de novo para determinar a validade ou fonte de contaminação. Jon está arrasado com esta notícia e estamos fazendo tudo que podemos como um time para apoiá-lo"

Esta não foi a primeira vez que Jon Jones se envolveu com polêmicas ligadas ao doping. Em 2016, dias antes de encarar Daniel Cormier no UFC 200, o lutador foi suspenso por ser flagrado com cromifeno, um bloqueador de estrogênio, fora do período de luta. Já em 2015 ele foi flagrado por uso de cocaína, sendo suspenso.

Com potencial para ser o maior lutador de MMA de todos os tempos, até por ter um cartel invicto (a derrota foi por desclassificação) e por ter sido soberano por anos, Jon Jones vai jogando pelo ralo uma carreira com tudo para ser brilhante. 

Leia o comunicado do UFC sobre o doping de Jon Jones:

"O UFC foi notificado nesta terça-feira que a USADA (Agência Americana Antidoping) informou Jon Jones sobre uma possível violação da política antidopagem derivada de uma amostra coletada após a sua pesagem em 28 de julho de 2017.

A USADA, administradora independente da Política antidopagem do UFC, será responsável pela gestão dos resultados e a adjudicação apropriada deste caso envolvendo Jones, em conexão com a Política Antidopagem do UFC e a futura participação do UFC. De acordo com a Política Antidopagem do UFC, existe um processo legal completo e justo que é concedido a todos os atletas antes de serem impostas quaisquer sanções. A Comissão Atlética do Estado da Califórnia (CSAC) também mantém a jurisdição sobre este assunto, uma vez que a coleta de amostras foi realizada no dia anterior da luta de Jones no UFC 214, em Anaheim. O Estado da Califórnia e a USADA trabalharão para garantir que o CSAC tenha as informações necessárias para determinar o julgamento adequado da possível violação da política antidoping de Jones.

Informações adicionais serão fornecidas no momento apropriado à medida em que o processo avançar."

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioFigueirense fará pré-temporada no CFT do Cambirela, em Palhoça https://t.co/PFcBOiwjuEhá 1 horaRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioClaudinei promete que Avaí vai brigar até o final contra a queda https://t.co/Ow0heLT0Czhá 7 horas Retweet
O Sol Diário
Busca