Milton Cruz fala em Figueirense afoito e que é preciso ter equilíbrio nos 90 minutos  - Esporte - O Sol Diário

Série B11/08/2017 | 15h56Atualizada em 11/08/2017 | 16h07

Milton Cruz fala em Figueirense afoito e que é preciso ter equilíbrio nos 90 minutos 

Técnico deve definir equipe para confronto com o Goiás no trabalho desta sexta-feira

Milton Cruz fala em Figueirense afoito e que é preciso ter equilíbrio nos 90 minutos  Luiz Henrique/Figueirense
Para Milton Cruz, é preciso ter equilíbrio durante os 90 minutos Foto: Luiz Henrique / Figueirense
DC Esportes
DC Esportes

O primeiro jogo do Figueirense sob o guarda-chuva de um grupo de investidores é neste sábado. É, também, a estreia do técnico Milton Cruz, que desembarcou esta semana no Orlando Scarpelli com a missão de tirar o time da zona de rebaixamento da Série B do Brasileirão. Na coletiva desta sexta-feira, o treinador revelou que está observando o elenco. Disse que já viu jogos da equipe no campeonato e considerou o time afoito. 

— Achei um time afoito, querendo resolver as coisas de qualquer maneira. Futebol não é assim. Tem que ser 90 minutos de equilíbrio. Tem jogadores rápidos, com velocidade, acho que o time precisa jogar mais futebol, criar situações mais claras de jogo — diz. 

Fernandes volta para trabalhar com o futebol do Figueirense

Milton não adiantou a equipe que enfrenta o Goiás, às 19h deste sábado, no Scarpelli. É possível que escale três zagueiros. No treinamento de quinta, Leandro Almeida, Bruno Alves e Henrique Trevisan formaram o trio defensivo.

— Já estudei a possibilidade com três e outra formações. Precisa ver o que o treinador do outro lado está pensando. Todos conhecem o Argel (técnico do Goiás). Estou estudando ainda. Vi os jogos do Figueira e Goiás. Trabalhei uma formação ontem (quinta), pensei ontem à noite. Gostei do que vi. Vamos definir para trabalhar no campo, com a formação que deve ser amanhã (sábado) — frisa.

Ingressos para Figueirense x Goiás já estão à venda

O treinador também comentou sobre a possibilidade de fazer cortes no grupo. Atualmente, o Figueirense tem 42 atletas no elenco.

— Não necessariamente enxugar. Ver quem vai voltar. Para que possa também ter uma noção legal. É um grupo grande para um campeonato só. Não quero cometer injustiças, e ter uma avaliação melhor do plantel — destaca.

O treino do Figueira nesta sexta é no Centro de Formação e Treinamento do Cambirela, em Palhoça (SC). 


Leia outras notícias do Figueirense 
Confira a tabela da Série B do Brasileiro




O Sol Diário
Busca