"Nossa equipe é de operários", frisa Betão, do Avaí, após vitória sobre a Chapecoense - Esporte - O Sol Diário

Série A27/08/2017 | 21h57Atualizada em 27/08/2017 | 22h21

"Nossa equipe é de operários", frisa Betão, do Avaí, após vitória sobre a Chapecoense

Zagueiro elogiou a dedicação azurra no triunfo de 1 a 0 na Ressacada

"Nossa equipe é de operários", frisa Betão, do Avaí, após vitória sobre a Chapecoense Leo Munhoz/Diário Catarinense
Zagueiro Betão abraçado a Willians: vitória importante do Avaí na Ressacada Foto: Leo Munhoz / Diário Catarinense
DC Esportes
DC Esportes

O autor do gol da vitória de 1 a 0 foi Joel. O atacante fez a alegria da torcida pouco depois da metade do primeiro tempo. Contudo, logo no início da etapa final, Betão também fez o torcedor do Avaí vibrar na Ressacada. O zagueiro salvou o time em lance acrobático, praticamente em cima da linha, após o desvio de cabeça de Wellington Paulista que encobriu o goleiro Douglas. Seria o empate da Chapecoense. Ao fim do jogo, o defensor azurra elogiou a determinação da equipe. 

— Foi importante a vitória, conquistamos os três pontos que vieram graças ao trabalho da equipe. Tranquilidade é boa, a gente vai poder descansar com uma vitória. A gente adiantou marcação, acho desde o jogo contra o Santos, jogadores compraram a ideia mais uma vez. Nossa equipe não é de craques, é equipe de operários — salientou o jogador. 

Substituído aos 17 minutos do segundo tempo, o meia Juan disse que o Avaí precisa manter o desempenho no decorrer da competição para conquistar as vitórias que vão tirar o time da zona de rebaixamento da Série A do Brasileirão

— Com certeza essa vitória vai fazer a diferença. A gente conseguiu na metade do primeiro turno mudar de atitude. Agora é manter na sequência do campeonato — frisou. 

Maicon, que entrou no lugar de Joel na etapa final, também destacou que ainda tem muito campeonato pela frente. 

— Batida tem que ser essa. Acho que todos estão de parabéns, trabalhando no dia a dia, ainda temos muitos jogos pela frente. Vamos manter os pés no chão. Não era jogo fácil. Agora é descansar, a gente tem 15 dias até enfrentar o Sport, estar bem e vence lá também — ressaltou o lateral.

Acesse a tabela do Brasileirão Série A 
Leia mais notícias sobre o Avaí


O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros