Reunião aproxima Chapecoense das famílias das vítimas - Esporte - O Sol Diário

Acidente aéreo24/08/2017 | 18h50Atualizada em 24/08/2017 | 20h51

Reunião aproxima Chapecoense das famílias das vítimas

Encontro ocorreu na tarde desta quinta-feira na sede do clube

Reunião aproxima Chapecoense das famílias das vítimas Sirli Freitas/Chapecoense
Reunião promoveu encontro entre familiares das vítimas e clube Foto: Sirli Freitas / Chapecoense
DC Esportes
DC Esportes

Representantes das duas associações das famílias das vítimas do acidente com o avião que levava a equipe para a decisão da Copa Sul-Americana, saíram satisfeitos da reunião realizada nesta quinta-feira, com a direção da Chapecoense, em Chapecó. O encontro durou mais de três horas. Ao final houve entendimento para que o clube contribua mais no amparo dos familiares das 64 vítimas brasileiras e que pode se estender para as vítimas estrangeiras.

— Houve uma aproximação entre as associações e a Chapecoense no intuito de colaborar com as famílias, agilizar atendimento e dar amparo no aspecto social — afirmou Gabriel Andrade, presidente da Associação Brasileira das Vítimas do Acidente com Chapecoense (Abravic), que tem cerca de 30 associados.

— Foi um marco para as três associações, tanto para Associação Chapecoense de Futebol, a Abravic e a Associação das Famílias e Amigos das Vítimas do Voo da Chapecoense (AFAV-C). Foi uma oportunidade de observar as necessidades reais da famílias e um recomeço da relação com o objetivo de ações conjuntas que possam mitigar o sofrimento das famílias — destacou Fabianne Belle, presidente da AFAV-C e viúva do ex-fisiologista do clube, Luís César Martins Cunha, o Cesinha.

Os membros das duas associações, de forma geral, reclamavam da falta de atenção do clube, em alguns momentos de posições da instituição em casos em que haveria, segundo interpretação de familiares das vítimas, relação com o ocorrido em novembro do ano passado. Fabianne, no entanto, acredita que a partir desta quinta-feira uma nova fase se inicia entre clube e as famílias. 

A AFAV-C tem 54 associados. Alguns familiares estão nas duas associações e também há mais de um familiar por vítima. Nem todos, também, estão associados nas duas organizações, mas o objetivo é atender todas as famílias. A AFAV-C é voltada mais ao apoio jurídico, enquanto a Abravic tem contribuído com R$ 600 mensais por filho de familiar associado, para auxiliar na educação.  Esta associação, ainda, tem projeto para que empresas possam atender outras necessidades das famílias.

Foto: Cristiano Estrela / Agencia RBS

O porta-voz do clube e recentemente nomeado diretor de comunicação, Fernando Mattos, disse que o encontro foi muito especial e que em breve será realizada mais uma reunião para definir um cronograma de ações. 

—  Vamos montar um passo a passo para que possamos atender as famílias nos aspectos jurídicos, sociais e humanitários - antecipou Mattos.

Ele informou que também será definido com as associações o encaminhamento do dinheiro oriundo do jogo contra o Barcelona, pelo troféu Joan Gamper, e a decisão da Copa Suruga, contra o Urawa Red Diamonds. O valor aproximado é de quase R$ 1,5 milhão (250 mil euros do duelo na Espanha e US$ 180 mil no Japão). A forma de pagamento também será discutida.

O presidente da Chapecoense, Plínio David de Nes Filho, participou da reunião. Também esteve na reunião a viúva do ex-jogador e comentarista Mário Sérgio, Mara Paiva, vice-presidente da AFAV-C. Pela Abravic as representantes foram Susana Ribas, viúva do zagueiro Willian Thiego, e Sirliane Freitas, viúva do assessor de imprensa do clube, Cleberson Silva, e que atualmente exerce a mesma função do marido.

Quase nove meses depois do acidente, foi dado passo importante para que possam cicatrizar algumas feridas.

Leia também: 
Sobreviventes da Chapecoense voltam ao local da queda para se despedir das vítimas da tragédia
Diário de viagem: colombianos se emocionam no reencontro com os sobreviventes da Chapecoense
Chapecoense é recebida com homenagens na Colômbia, antes da final da Recopa Sul-Americana


Leia mais sobre a Chapecoense 
Confira a tabela de classificação da Série A


O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros