Time de pelada de Florianópolis pode entrar para o Guinness como único a jogar nos cinco continentes - Esporte - O Sol Diário

MANEZINHOS05/09/2017 | 07h55Atualizada em 05/09/2017 | 07h55

Time de pelada de Florianópolis pode entrar para o Guinness como único a jogar nos cinco continentes

Equipe Manezinhos já disputou 72 jogos em 43 países diferentes: agora estão em uma nova viagem pelos campos da Suíça e da França

Time de pelada de Florianópolis pode entrar para o Guinness como único a jogar nos cinco continentes Arquivo Pessoal/Arquivo Pessoal
Foto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

Qual é o brasileiro que não gosta de jogar uma pelada com os amigos? Agora imagina bater uma bolinha cada vez em um canto diferente do mundo. É o que faz um time de peladeiros master de Florianópolis, o Manezinhos. Eles já disputaram 72 jogos em 43 países diferentes nos cinco continentes. Neste final de semana, a confraria viajou para mais uma aventura, desta vez na França e Suíça.

A história chamou atenção até mesmo dos peritos do Guinness Book. Mas entrar para o livro dos recordes, pelo menos por enquanto, não é prioridade do grupo.

— O Guinness nos procurou quando souberam da nossa maluquice. Mas nós não temos interesse. Estamos preocupados em unir nossas peladas com turismo e em divulgar voluntariamente a cidade de Florianópolis —  explica Nestor Lodetti, líder do grupo e ex-presidente do Figueirense.

O time não tem patrocínio, mas isso não é problema. A equipe é formada por magistrados, parlamentares, promotores de Justiça, empresários e ex-atletas profissionais, como o ex-atacante da Seleção Brasileira Careca. Ele está presente nesta que é a 31ª viagem dos Manezinhos.

Nesta segunda-feira (04), jogando em Zurich, contra o FC Kloten, o time empatou em 1x1. Mas o ápice da nova aventura internacional será na quarta-feira (06), quando eles enfrentam o Team Suísse, equipe integrada por ex-atletas da seleção suíça e personalidades do país europeu. O contato entre os dois times se deu através do cônsul da Suíça no Rio de Janeiro, Christophe Vauthey,

— Sem dúvida, será o mais espetacular de todos os que já tivemos honra de participar nessa peregrinação por todos os continentes do planeta. Muitas autoridades estarão presentes, entre elas o Embaixador da Suíça no Brasil —destacou Nestor.

Como surgiu o time

Em 1998, quando era secretário-geral da OAB-SC, Nestor Lodetti recebeu a visita do Colegio de Abogados de la Ciudad de Buenos Aires. A entidade convidou a Ordem para visitar a capital argentina para um jogo de futebol. Daí surgiu a ideia de criar um time.

— Florianópolis, na época, tinha muitos grupos de pelada. E aí formamos uma confraria informal e começamos a reunir mais pessoas e a rodar o mundo. Somos atualmente 62 participantes.

Entre os ex-atletas que já vestiram a camisa do Manezinhos, estão Renato Sá, Túlio, Leandro Machado e Clebão. O time já disputou partidas em países como Marrocos, Austrália, Emirados Árabes, Suécia, Letônia, México, Estados Unidos, Cuba. Já foram recebidos pelas seleções de master russa, polonesa, letônia, e até pela Premiere League e pelo master do Barcelona. Mesmo com tanta experiência internacional, Nestor mantém a humildade:

— Não somos atletas, nem nada, somos peladeiros e recusamos qualquer rótulo que não seja esse: peladeiros!

23/09/2015, | Escola do Barcelona, no complexo do Camp Nou Foto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioFigueirense tem pior defesa da Série B, e goleiro justifica: "Ansiedade" https://t.co/vgUEGBPaeMhá 9 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioCom árbitro de vídeo, Avaí poderia ter dois pontos mais e Chape ido mais longe na Copa do Brasil https://t.co/5KkVYCOTOThá 10 horas Retweet
O Sol Diário
Busca
clicRBS
Nova busca - outros