Avaí busca alternativas para melhorar os números do setor ofensivo - Esporte - O Sol Diário

Qual a solução?04/10/2017 | 07h30Atualizada em 04/10/2017 | 07h30

Avaí busca alternativas para melhorar os números do setor ofensivo

Claudinei Oliveira deve fazer testes no ataque da equipe azurra no período de treinamentos na Ressacada

Avaí busca alternativas para melhorar os números do setor ofensivo Frederico Tadeu / Avaí FC/Avaí FC
Marquinhos pode ser alternativa para o ataque do Avaí Foto: Frederico Tadeu / Avaí FC / Avaí FC
João Lucas Cardoso
João Lucas Cardoso

joao.lucas@somosnsc.com.br

Toque do couro com o barbante que provoca o grito de alegria do torcedor. Das torcidas dos 20 clubes da Série A do Campeonato Brasileiro, a do Avaí é a que menos teve esse privilégio. A equipe azurra tem o pior ataque da competição, com 16 gols assinalados – a segunda pior ofensiva tem nove a mais, com Atlético-GO e Coritiba empatados. A baixa assiduidade com as redes (média de 0,6 tento por jogo) faz os olhos mirarem ao centroavante do time. Mas o atual camisa 9 – ou 99 – não está em grande fase.

Os três gols em 16 jogos com a camisa azurra provocam contestação em Joel. O camaronês fez gols importantes, para que o time vencesse o Botafogo na 10ª rodada e a Chapecoense na 22ª. E foi só. Ainda que seja ativo quando o Leão está sem a posse bola, ao pressionar os defensores, os três tentos podem abrir caminho para outro jogador na equipe.

Joel , Avaí
Joel marcou apenas três gols no Campeonato BrasileiroFoto: Jorge Daux / Avaí FC

Em treinamentos recentes, o técnico Claudinei Oliveira testou o capitão Marquinhos em função diferente do habitual para o atleta, e no setor em que atua Joel. O camisa 10 apareceu em atividades como falso 9 – meia de origem que aparece como centroavante no decorrer da partida, artifício que se popularizou no futebol mundial com o argentino Messi no Barcelona dirigido por Pep Guardiola.

Tempo para testar a alternativa existe. Após dois dias de folga, o elenco do Avaí se reapresenta aos treinos hoje e tem até a próxima quarta-feira para se preparar ao compromisso seguinte no Brasileirão (enfrenta o Vasco, na Ressacada). A breve parada no torneio para os jogos de Seleção nas Eliminatórias abre espaço para trabalhos mais específicos. 

O técnico Claudinei Oliveira pode observar mais uma possível nova função para o seu camisa 10 e também alterações em outros setores, uma vez que os três jogos sem vencer recolocaram a equipe na zona de rebaixamento.

Leia outras notícias sobre o Avaí
Acesse a tabela da
Série A do Brasileirão


O Sol Diário
Busca