Zagueiro do Avaí nega excesso de confiança na derrota em casa e justifica: "jogo atípico" - Esporte - O Sol Diário

De volta aos treinos04/10/2017 | 18h01Atualizada em 04/10/2017 | 18h12

Zagueiro do Avaí nega excesso de confiança na derrota em casa e justifica: "jogo atípico"

Alemão afirma que foi a pior atuação da equipe azurra na Série A deste ano

Zagueiro do Avaí nega excesso de confiança na derrota em casa e justifica: "jogo atípico" Avaí / Divulgação/Divulgação
Zagueiro Alemão disse que está difícil dormir após o tropeço diante do Atlético-GO Foto: Avaí / Divulgação / Divulgação
DC Esportes
DC Esportes

A derrota em casa é dolorida, ainda mais para um time que luta para fugir do terror da zona de rebaixamento. O Avaí vive essa dor. Depois de sete jogos invictos no Campeonato Brasileiro, o time perdeu na Ressacada para o lanterna Atlético-GO. Na coletiva de imprensa desta quarta-feira, o zagueiro Alemão revelou que até para dormir está difícil, que a partida não sai da cabeça. Contudo, enfatizou que a equipe precisa trabalhar e retomar o foco. 

— Não tem como não sair chateado com rendimento do time. Esse jogo foi muito abaixo, mais abaixo do nosso time no ano. Jogo atípico da nossa equipe. Temos que trabalhar esta semana, corrigir os erros e seguir em frente. Viemos de sete jogos de invencibilidade e agora, um jogo mau, não pode deixar tudo ir por água abaixo. Temos que erguer a cabeça e trabalhar, e na quarta-feira buscar os três pontos diante do Vasco — salienta o jogador. 

Alemão reconheceu a fraca atuação do time e avaliou como a pior partida do Leão no ano. Ele lembrou que desde a vitória sobre o Botafogo, no primeiro turno, o Avaí vinha tendo boas apresentações. O zagueiro negou que o time estivesse confiante demais depois de sete jogos de invencibilidade. 

— Excesso de confiança não, porque nossa equipe vinha de boas atuações, com pés no chão. Nossa equipe sabe que é limitada, sabe que quando não vai ter um jogador, outro vai decidir a partida. Acho que excesso de confiança não foi, nossa equipe é humilde, limitada, respeita todos os adversários. Infelizmente não deu certo, não conseguimos encaixar dentro de campo e acabamos perdendo — admite. 

O elenco azurra retornou aos treinamentos nesta quarta. Por causa da parada no Brasileirão devido aos jogos pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, o Avaí volta a campo somente no dia 11, às 21h45min, em casa, contra o Vasco. Na sequência, são mais dois confrontos com cariocas: Fluminense, dia 15, fora de casa, e Botafogo, dia 18, na Ressacada. 

— São três jogos contra cariocas, temos que pensar jogo a jogo, conseguir primeiro a vitória diante do Vasco pra respirar novamente na tabela, chamar o torcedor pro nosso lado. Sabemos que torcedor está com desconfiança. Pedimos mais um voto de confiança, que nosso grupo é forte e vamos sair desta situação — frisa Alemão.

Leia outras notícias sobre o Avaí
Acesse a tabela da
Série A do Brasileirão


O Sol Diário
Busca