Desempenho no comando do Figueirense pesa para a permanência de Milton Cruz  - Esporte - O Sol Diário

técnico20/11/2017 | 09h00Atualizada em 20/11/2017 | 09h00

Desempenho no comando do Figueirense pesa para a permanência de Milton Cruz 

Técnico é dono do melhor aproveitamento à frente do Alvinegro na temporada

Desempenho no comando do Figueirense pesa para a permanência de Milton Cruz  Porthus Junior/Agencia RBS
Milton Cruz permanece no comando técnico do Figueirense na próxima temporada Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Com o fim da novela do rebaixamento na Série B, que tirava o sono dos alvinegros, o Figueirense inicia o planejamento para a próxima temporada visando a conquista do Catarinense e o retorno à Primeira Divisão. O primeiro passo já foi dado. O investidor Cláudio Vernalha confirmou que Milton Cruz permanece no comando técnico para 2018, um reconhecimento para o treinador de melhor aproveitamento (46%) na direção da equipe neste ano.

Quarto comandante da temporada, Milton levou o Furacão à permanência na Série B com a sétima melhor campanha do returno da competição, justamente quando assumiu o posto que era de Marcelo Cabo. Nas 18 vezes que ele esteve na casamata até agora, foram seis vitórias, sete empates e cinco derrotas. O Figueira termina a participação no torneio às 17h30min de sábado, contra o Paysandu, no Orlando Scarpelli.

Após garantia de permanência na Série B, Figueirense empata com o Juventude

O resultado na última partida não tira de Milton Cruz o posto de treinador com melhor aproveitamento na temporada, com seus 46%. O antecessor Marcelo Cabo alcançou 26,6%. Antes dele, Márcio Goiano havia tido 33,3%. No início da temporada, Marquinhos Santos, confiado ao comando técnico do time mesmo após o rebaixamento da Série A, fracassou e se despediu do Scarpelli ainda no Catarinense. Nos sete jogos de 2017, ele somou apenas duas vitórias, um empate e perdeu quatro vezes, também com 33,3% dos pontos disputados.

Milton foi o melhor técnico de 2017 no Figueira. Ao enfileirar seis vitórias e um empate em casa, tirou o clube da zona de rebaixamento e o manteve na Série B. 

Confira o desempenho dos quatro treinadores que comandaram o time nesta temporada

Milton Cruz - 46%
18 jogos: 6 vitórias, 7 empates e 5 derrotas

Marcelo Cabo - 26,6%
10 jogos: 2 vitórias, 2 empates e 6 derrotas 

Márcio Goiano - 33,3%
21 jogos: 4 vitórias, 9 empates e 8 derrotas

Marquinhos Santos - 33,3%
7 jogos: 2 vitórias, 1 empate e 4 derrotas

Leia outras notícias do Figueirense
Acesse a tabela da
Série B do Campeonato Brasileiro

O Sol Diário
Busca