Milton elogia dupla de zaga e justifica escolha por André Luís no ataque do Figueirense - Esporte - O Sol Diário

Série B05/11/2017 | 09h00Atualizada em 05/11/2017 | 09h00

Milton elogia dupla de zaga e justifica escolha por André Luís no ataque do Figueirense

Artilheiro do time no campeonato, Henan acompanhou do banco de reservas a vitória sobre o Brasil-RS por 2 a 0 neste sábado

Milton elogia dupla de zaga e justifica escolha por André Luís no ataque do Figueirense Cristiano Estrela/Diário Catarinense
André Luís (D) comemora com companheiros de time o gol marcado na vitória do Figueirense, observado por Henan (E, fundo) Foto: Cristiano Estrela / Diário Catarinense

Questionado por deixar o artilheiro do Figueirense no banco - Henan, autor de 12 gols no Campeonato Brasileiro da Série B -, o técnico Milton Cruz afirmou que tenta ser justo com todos os atletas do grupo. A declaração foi dada neste sábado, na coletiva de imprensa após o Alvinegro derrotar o Brasil de Pelotas por 2 a 0, no Orlando Scarpelli. O treinador justificou a escolha por André Luís para formar o time titular. 

— Tenho um grupo e estou no treinamento todos os dias. A gente é justo. O Henan é nosso artilheiro e a gente deve muito a ele, mas, no momento, o André vem se mostrando bem e está nos ajudando. O André jogou hoje (sábado), mas pode ser que o Henan jogue no próximo jogo. Ele está voltando e a gente não quer precipitar a volta dele — justifica o treinador.

Vice-artilheiro da Série B, Henan se lesionou na metade de outubro e ficou de fora dos gramados por duas semanas. Nas duas últimas rodadas ele esteve na reserva. Na vitória sobre o CRB entrou na etapa final justamente no lugar de André Luís. Neste sábado, Henan nem saiu do banco e viu o colega de time fechar o triunfo sobre o Xavante no Scarpelli. 

Sobre a defesa, Milton Cruz disse que a boa atuação de Naylhor e Ferreira não o surpreendeu. Nos treinamentos, ambos atuam juntos, observou o técnico. 

— Não fiquei surpreso com o rendimento dos dois. São jogadores experientes, já jogaram Campeonato Paulista, marcaram ataques difíceis. Tenho grandes zagueiros no plantel. Hoje é o grupo e tenho que enaltecer o trabalho dos dois — frisa. 

Contra o Oeste, às 20h30min de terça, na Arena Barueri, uma vitória praticamente garantirá o Figueirense na Série B. 

— Acho que temos muita caminhada ainda. Primeiro fazer grande jogo fora de casa, para mostra que a gente não ganha só em casa, é nosso objetivo. Temos time pra isso, plantel é qualificado, lógico que a gente tem posição com seis jogadores e outra com dois, precisamos ter plantel equilibrado pra montar time forte. Não ficar fazendo mudança constante. Quero time que jogue ano inteiro, que possa ter esquema de jogo definido como outras equipes aí. Ter um time que companheiro sabe o que o outro vai fazer. Nesse curto período que estamos aqui, a gente já conseguiu fazer algumas cosias, mas ainda tem muito pra fazer — resume o técnico. 

Leia mais notícias sobre o Figueirense
Acesse a tabela da
Série B do Brasileirão

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioMarquinhos fala da volta de Kozlinski aos titulares do Avaí: "Confiança do grupo ele tem" https://t.co/u033a8eZuzhá 1 diaRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioTécnico do Figueirense exalta grupo e diretoria: "Fizemos uma família" https://t.co/TgxY1wi2Tuhá 1 diaRetweet
O Sol Diário
Busca