Xuxa marca e Figueirense se despede com vitória sobre o Paysandu - Esporte - O Sol Diário

Série B24/11/2017 | 23h26Atualizada em 24/11/2017 | 23h54

Xuxa marca e Figueirense se despede com vitória sobre o Paysandu

Alvinegro encerra Campeonato Brasileiro com triunfo por 1 a 0 no Scarpelli

Xuxa marca e Figueirense se despede com vitória sobre o Paysandu Cristiano Estrela/Diário Catarinense
Xuxa fez o gol do Figueirense na vitória sobre o Paysandu Foto: Cristiano Estrela / Diário Catarinense

O ano encerrou para o Figueirense. Para o time que sonhava em retornar à Série A e que acabou lutando contra o rebaixamento praticamente todo o Campeonato Brasileiro, 2017 precisa ser esquecido. Na noite desta sexta-feira, o time fez um jogo de pouca inspiração, mas o suficiente para derrotar o Paysandu por 1 a 0, no Orlando Scarpelli. Resta agora arrumar a casa, planejar a próxima temporada e fazer de 2018 um ano muito melhor. 

Em um estádio que recebeu apenas 3.754 torcedores, Alvinegro e Papão fizeram um jogo de poucas emoções. A curiosidade da partida estava no apito. Três árbitras foram escaladas pela CBF: Edina Alves Batista, auxiliada por Neuza Inês Back e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo. 

Pelo lado do Figueirense, o técnico Milton Cruz aproveitou para fazer testes, confirmando o que já era esperado pelos treinamentos da semana. O goleiro Alisson substituiu Saulo, muito questionado pela torcida durante o campeonato. Na defesa, Pereira foi escalado junto de Marquinhos. No meio, Abuda e Xuxa também receberam chance. 

O Paysandu chegou a levar perigo duas vezes no primeiro tempo, ambas com Bergson. Nas duas, ele mandou para fora. O Figueira reagiu com Xuxa, que arriscou o chute e o goleiro Marcos Milanezi defendeu. Aos 31 minutos, o meia fez o primeiro gol dele com a camisa alvinegra. Em cobrança de falta, Xuxa colocou a bola quase no ângulo para abrir o placar. 

Artilheiro da equipe na temporada, com 12 gols, Henan poderia ter ampliado aos 43, mas o goleiro do Papão espalmou. 

Na etapa fina, as chances de gol foram ainda mais raras. Uma confusão entre Dudu Vieira e Ayrton provocou um pouco de tensão no confronto. O Figueirense diminuiu o ritmo e o Paysandu cresceu no jogo. Rodrigo Andrade, em chute rasteiro, assustou Alisson. 

O Figueira ainda poderia ter feito o segundo. Dudu Vieira puxou o contra-ataque e cruzou para Renan Mota que, sozinho, colocou a bola para fora. Nos acréscimos, Alisson evitou o empate do Paysandu. 

Para o Figueirense, agora é pensar em 2018.

Ficha técnica

Figueirense: Alisson; Dudu, Marquinhos, Pereira e Lazaroni; Aduda, Dudu Vieira, Ferrugem (Renan Mota) e Xuxa (Jorge Henrique); João Paulo (João Lucas) e Henan. Técnico: Milton Cruz.
Paysandu: Marcos Milanezi; Ayrton (Willyan), Rafael Dumas, Diego Ivo e Guilherme Santos; Augusto Recife (Jhonnatan), Rodrigo Andrade e Bergson; Caion e Magno (Juninho). Técnico: Marquinhos Santos.
Gol: Xuxa (F, aos 31min/1ºt)
Cartões amarelos: Caion (P), Renan Mota (F)
Arbitragem: Edina Alves Batista, auxiliada por Neuza Inês Back e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (trio do PR, SC e SP).
Local: Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Público: 3.754
Renda: R$ 69.988,00 

Leia outras notícias do Figueirense
Acesse a tabela da
Série B do Campeonato Brasileiro

O Sol Diário
Busca