Copa SP: Primeiro desafio para o remodelado Figueirense - Esporte - O Sol Diário
 

Copinha30/12/2017 | 14h02Atualizada em 01/01/2018 | 13h38

Copa SP: Primeiro desafio para o remodelado Figueirense

Poucos meses depois em mudanças profundas na gestão da base e comissão técnica, equipe encara o maior torneio nacional, que venceu em 2008

Copa SP: Primeiro desafio para o remodelado Figueirense Marco Favero/Diário Catarinense
Goleiro Vitor Caetano é destaque da equipe que encara a Copinha Foto: Marco Favero / Diário Catarinense
João Lucas Cardoso
João Lucas Cardoso

joao.lucas@somosnsc.com.br

Profundas mudanças que se estenderam ao departamento de formação. A entrada de investidores também mexeu com o departamento de formação do Figueirense. Foram alterados gestores e treinadores antes da maior competição nacional de base. A Copa São Paulo de Futebol Júnior será a primeira competição do calendário após a reformulação.

Isso porque as novas caras do clube não participaram totalmente do terceiro lugar no Catarinense ou das campanhas sem brilho nos torneios nacionais – ficou pela fase de grupos do Campeonato Brasileiro e foi eliminado nas oitavas da Copa do Brasil da categoria. A preparação para a Copinha iniciou em 20 de novembro, mas a transição na estrutura alvinegra no momento-chave de organização para o torneio, anteriormente, pode refletir no desempenho.

– Vamos um pouco limitados, porque há jogadores que não foram inscritos. Chegamos em cima do prazo e ficaram atletas de fora. Então, não vamos falar que vamos chegar, mas cada jogo será importante – aponta o coordenador geral da base do Figueirense, Sérgio Guerrero.

O dirigente não cria expectativa de conquistar seu terceiro título da Copa São Paulo no Figueira (tem dois, com o São Paulo, em 2010, e o Flamengo, em 2016 — em outras funções). Inclusive, Guerrero minimiza o peso sobre o Alvinegro pela conquista de 2008.

– Não queremos ter troféu na prateleira e não termos revelado jogadores. Queremos formatar atletas que cheguem ao profissional – indicou.

DESTAQUE
Vitor Caetano, goleiro
Com a premissa de que um bom time começa com um bom goleiro, o técnico Élio Sizenando dá a oportunidade para que Vitor Caetano esteja em ação em sua segunda Copa São Paulo. O atleta natural de Apucarana (PR), de 1,90m, inspira confiança aos companheiros.

– Ele me dá a autonomia de marcarmos pressão. Se eu fizer um gol, temos grandes chances de vencer por não sofrer – destacou o treinador Sizenando.  

PRIMEIRA FASE - GRUPO 3
Estádio Antônio Pereira Braga, em José Bonifácio (SP)
Dia 3 - 16h – Mirassol-SP
Dia 6 - 16h – América-PE
Dia 9 - 16h – José Bonifácio-SP

Confira outras notícias sobre esportes 

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioJudson pede paciência e defende Lourenço por gol perdido pelo Avaí https://t.co/lIoTWgoN1yhá 2 horas Retweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioNicolas volta a jogar pelo Criciúma com máscara após sofrer fratura no rosto https://t.co/YuBtAocKDWhá 3 horas Retweet
O Sol Diário
Busca