"Clássico da Linguiça": Concórdia e Chape duelam na estreia do Catarinense 2018 - Esporte - O Sol Diário

Estadual17/01/2018 | 06h03Atualizada em 17/01/2018 | 06h03

"Clássico da Linguiça": Concórdia e Chape duelam na estreia do Catarinense 2018

Galo e Índio se enfrentam nesta quarta, às 20h30min, no estádio Domingos Machado de Lima

"Clássico da Linguiça": Concórdia e Chape duelam na estreia do Catarinense 2018 Arte DC/Arte DC
Foto: Arte DC / Arte DC

A estreia dos dois times do Oeste no Campeonato Catarinense 2018 não poderia ser melhor. Logo de cara, o clássico regional vai colocar frente a frente, nesta quarta-feira, o estreante da temporada, que retornou à elite depois de sete anos: o Concórdia. E a atual campeã Estadual: a Chapecoense. Galo do Oeste e Índio duelam às 20h30min, no estádio Domingos Machado de Lima, em Concórdia.

Há quem prefira chamar o jogo de "Clássico da Linguiça", denominação que surgiu na década de 90, quando os times eram patrocinados por frigoríficos da região. De lá para cá, foram 16 anos sem confronto entre Concórdia e Chapecoense, até 2011, quando as equipes se enfrentaram pelo Catarinense. Com a queda do Galo do Oeste à Série B daquele ano, foram mais sete anos sem o duelo, até o retorno neste ano, após o título da Série B, pelo Concórdia, em 2017.

Por todos esses detalhes, será um jogo cheio de significados no Oeste. A Chapecoense quer começar o ano com o pé direito em busca do tricampeonato. Já o Concórdia, busca vencer o clássico e, quem sabe, começar a escrever a história de ascensão do clube, inspirado na própria superação do coirmão. A meta do Galo do Oeste para o ano é conquistar uma vaga na Série D do Campeonato Brasileiro.

Enquanto a Chapecoense é favorita, o Concórdia aposta na melhor condição física dos jogadores. É que a preparação do Galo para a estreia desta quarta-feira começou ainda em novembro. Já a Chapecoense, teve apenas 14 dias para buscar condicionamento físico antes do jogo.

Pelo Verdão, o atacante Guilherme, que fez até um gol na sua estreia durante o amistoso contra o Tubarão (vitória por 3 a 2), no último sábado, substitui Arthur Caíke, que sofreu lesão no joelho direito durante os treinos na última semana. Para o treinador da Chape, Gilson Kleina o jogo será difícil e contra um adversário melhor preparado fisicamente.

– Vamos enfrentar uma equipe dentro dos seus domínios, equipe forte que vem trabalhando há um bom tempo. Eu entendo que vai ser um jogo de posição física. Com muito jogo aéreo, muito combate. Espero que nós possamos desempenhar nosso futebol, fazer o melhor – disse o treinador da Chape.

Do outro lado, Mauro Ovelha diz escalar a "melhor opção tática" e deve repetir a escalação do último amistoso, quando o Galo do Oeste ficou no empate, sem gols, contra o São Luiz de Ijuí. O treinador, aliás, jogou clássicos pelo Concórdia entre 1992 e 1995, e foi campeão pela Chape em 2011, na Série C do Brasileirão. 

– Já é uma decisão pra nós. A Chapecoense é sim o time favorito para o Estadual, agora não quer dizer que vai ganhar. Nós vamos fazer um jogo competitivo contra eles.

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE
Jandrei; Apodi, Douglas, Fabrício Bruno e Bruno Pacheco; Amaral, Moisés Ribeiro, Nadson e Canteros; Guilherme e Wellington Paulista.
Técnico: Gilson Kleina.

CONCÓRDIA
Anderson; Ramon, Sergipano, Márcio e Talys; Gelson, Zeca, Beto e Paulinho; Santiago e Elton.
Técnico: Mauro Ovelha.

Arbitragem: Ramon Abatti Abel, auxiliado por Alex Dos Santos e Henrique Neu Ribeiro.
Data e hora: Às 20h30min desta quarta-feira.
Local: estádio Domingos Machado de Lima, em Concórdia (SC).

O Sol Diário
Busca