Com um gol em cada tempo, Figueirense vence o Treze-PB e se classifica - Esporte - O Sol Diário
 

Copa do Brasil31/01/2018 | 23h22Atualizada em 01/02/2018 | 00h04

Com um gol em cada tempo, Figueirense vence o Treze-PB e se classifica

André Luís e João Lucas marcaram os gols na primeira partida do time a nível nacional

Com um gol em cada tempo, Figueirense vence o Treze-PB e se classifica Antônio Ronaldo/Correio da Paraíba/Correio da Paraíba
João Lucas (à direita) deixou sua marca pela primeira vez com a camisa do Figueirense Foto: Antônio Ronaldo/Correio da Paraíba / Correio da Paraíba
DC Esportes
DC Esportes

Com um gol em cada tempo e uma apresentação equilibrada, Figueirense bateu o Treze-PB, por 2 a 0, na noite desta quarta-feira, no Ernani Sátyro (o Amigão), em Campina Grande, e se garantiu na segunda fase da Copa do Brasil. André Luís e João Lucas marcaram os gols na primeira partida do Furacão a nível nacional na atual temporada e ampliaram para cinco o número de jogos de invencibilidade em 2018 - quatro deles pelo Campeonato Catarinense.

O Figueirense encara quem avançar no confronto entre Brasiliense e Oeste, que se enfrentam na próxima semana, no Serejão, em Brasília. Por ser o visitante no confronto, o time de São Paulo tem a vantagem do empate para permanecer na Copa do Brasil. Pelo Estadual, o Alvinegro volta a campo no domingo, às 17h, quando recebe o Joinville, no Orlando Scarpelli, pela sexta rodada.

Furacão cirúrgico
Com cinco mudanças em relação ao time que empatou diante do rival Avaí no clássico, o Figueirense entrou em campo ciente de que o empate bastava para avançar de fase. Sem desespero, o Figueira cadenciou o ritmo de jogo, mesmo deixando o adversário com a bola em maior parte da etapa inicial, mas se defendendo muito bem. 

O Treze tentou pressionar, mas sem sucesso. O Furacão, porém, foi cirúrgico na única chance criada. Aos 21 minutos, João Lucas serviu Ferrareis, que enfiou a bola para André Luís. O atacante chutou, e Saulo fez a defesa. Na sobra, o artilheiro tirou do goleiro do Treze e abriu o placar, ampliando a vantagem catarinense na Paraíba.

Gol com efeito e vaga garantida
Precisando da virada para seguir na Copa do Brasil, o Treze se atirou ao campo de ataque e deixou espaços para o Figueirense buscar o segundo gol. Aos oito minutos, Felipe Amorim deu um belo passe para Betinho, que chutou em cima de Saulo. Na sobra, sem goleiro, Ferrareis mandou pela linha de fundo.

O Furacão manteve a postura segura defensivamente e fatal no ataque. Aos 22, João Lucas, que teve maior liberdade para atacar depois da entrada de Lazaroni, foi à linha de fundo e meteu uma pancada com muito efeito mesmo sem ângulo. A bola foi no alto e entrou. Após o segundo gol, o Alvinegro apenas controlou as ações.

FICHA TÉCNICA

TREZE-PB
Saulo; Marcelinho (Vitinho), Leonardo Luiz, Ítalo e Rayro; Elielton (Guto), Dedé,  Jonathan e Fábio Neves; Tininho (Júlio Barboza) e Reinaldo Alagoano.
Técnico: Oliveira Canindé.

FIGUEIRENSE
Denis; Raul, Nogueira, Eduardo e João Lucas; Zé Antônio, Betinho (Cleberson) e Pereira; Ferrareis (Lazaroni), Felipe Amorim (Renan Mota) e André Luís.
Técnico: Milton Cruz.

GOL: André Luís (F), aos 21 do primeiro tempo. João Lucas (F), aos 22 minutos do segundo tempo.
CARTÕES AMARELOS:
Zé Antônio, Ferrareis e Nogueira (F).
ARBITRAGEM:
Vinicius Gonçalves Dias Araújo (SP), auxiliado por Rogério Pablos Zanardo (SP) e Vitor Carmona Metestaine (SP).
LOCAL: Estádio Ernani Sátyro (Amigão), em Campina Grande (PB).

O Sol Diário
Busca