Reação x tabu: Avaí e Joinville duelam com metas distintas  - Esporte - O Sol Diário

Jogo da TV21/01/2018 | 07h10Atualizada em 21/01/2018 | 07h10

Reação x tabu: Avaí e Joinville duelam com metas distintas 

Clássico acontece às 17h na Ressacada com transmissão da NSC TV para todo o Estado

Reação x tabu: Avaí e Joinville duelam com metas distintas  Arte DC/Arte DC
Foto: Arte DC / Arte DC
DC Esportes
DC Esportes

Derrotado na estreia do Campeonato Catarinense 2018 - 1 a 0 para o Inter de Lages, em Lages -, o Avaí terá três novidades para o primeiro jogo como mandante na temporada. No domingo, às 17h, contra o Joinville, na Ressacada, o meia Marquinhos e os atacantes Rafinha e Rômulo irão aparecer no time titular do técnico Claudinei Oliveira.

Ídolo e principal jogador do Avaí no momento, Marquinhos foi poupado da partida em Lages justamente para estar em campo no domingo. O jogador disse estar preparado para voltar a vestir a camisa azurra e afirmou se adaptar ao esquema de jogo mais adequado para determinada partida, deixando Claudinei à vontade para utilizá-lo como preferir.

– Eu me encaixo em qualquer esquema. São os jogos que determinam. Depende do adversário e do que temos. O Claudinei escolhe e a gente se adapta. Não tem desculpa, é entrar em campo, ralar a bunda no chão e tentar vencer com a equipe que for dentro de campo e contra qualquer adversário – falou Marquinhos. 

O atacante Rafinha está regularizado. O nome do jogador apareceu no BID (Boletim Informativo Diário), da CBF, o que o deixa liberado para estar em campo pelo Leão. Outro à disposição é o atacante Rômulo. Na terça-feira, o jogador foi liberado para ir até o Rio de Janeiro por conta da morte do avô. 

Com Marquinhos, Rafinha e Rômulo no time titular diante do Joinville, Claudinei Oliveira deve optar pelas saídas de Matinuccio, Luanzinho e Lourenço. Os três iniciaram a partida diante do Inter de Lages e, agora, ficarão como opção no banco de reservas.  

Rogério Zimmermann, JEC, Joinville
Zimmermann rechaça tabu do JEC como visitante e mira segunda vitória no EstadualFoto: Assessoria do JEC / Divulgação

Tabu move o JEC na Ressacada
Trezentos e oito dias. Quase um ano. Faz tempo, mas é este o período no qual o Joinville está sem vitórias fora de casa. No domingo, o Tricolor fará a primeira tentativa de quebrar esse jejum na nova temporada. O problema é que o adversário é um dos maiores rivais do JEC.

Pelo retrospecto recente na Ressacada, os tricolores podem até ficar animados. Contra o Leão, na Capital, o Joinville soma seis vitórias nas últimas nove partidas. Mas o fato de não ganhar três pontos fora de casa há quase um ano preocupa. O meia Thiago Alagoano confessou que o jejum está na cabeça dos jogadores. 

– Isso aí incomoda, principalmente para quem ficou do ano passado. Tem que estar com a cabeça boa para conseguir o resultado positivo. Não vai sair de qualquer jeito. Temos que trabalhar firme e aproveitar as oportunidades. Acho que vai ser assim contra o Avaí, quem aproveitar, vai se dar bem – afirmou.

O técnico Rogério Zimmermann, em compensação, disse desconhecer o fato, mas garantiu estar tranquilo quanto ao jejum.

– Não me preocupa, não me incomoda, na verdade nem sabia. Não tem segredo nem para ganhar em casa nem ganhar fora. Toda estatística tem que ser contada, mas seu eu pudesse assinaria um contrato agora de não ganhar nenhuma partida fora de casa. Empataria todas, desde que eu vencesse todas as outras em casa – minimizou. 

FICHA TÉCNICA

AVAÍ
Kozlinsk; Cametá, Betão, Alemão e João Paulo; Judson, Luan e Marquinhos; Rafinha, Rômulo e Maurinho.
Técnico: Claudinei Oliveira.

JOINVILLE
Matheus; Dick, Alisson, Evaldo e Alex Ruan; Michel Schmöller, Eduardo Person, Thiago Alagoano, Murilo Rangel e Madson; Rafael Grampola.
Técnico: Rogério Zimmermann.

Arbitragem: Rodrigo D'Alonso Ferreira, auxiliado por Thiago Americano Labos e Gizeli Casaril.
Local: Ressacada, em Florianópolis (SC).
Horário: 17h.

Veja a tabela completa do Estadual
Leia mais notícias sobre o
Catarinense 2018

O Sol Diário
Busca