Chapecoense utilizou 28 jogadores em quatro jogos - Esporte - O Sol Diário
 

Estadual12/02/2018 | 18h49Atualizada em 12/02/2018 | 18h49

Chapecoense utilizou 28 jogadores em quatro jogos

Verdão foi a 16 pontos, uma menos do que o alvinegro, adversário de quarta-feira

Chapecoense utilizou 28 jogadores em quatro jogos Márcio Cunha/Especial
Atacante Perotti, atleta da base da Chapecoense, foi um dos que teve oportunidade contra o Tubarão Foto: Márcio Cunha / Especial

A Chapecoense utilizou 28 jogadores nos últimos quatro jogos,  sendo três do  Campeonato Catarinense 2018 e um pela Libertadores. 

A série de jogos em apenas oito dias, com viagens para Tubarão e para ao Uruguai, obrigou o técnico Gilson Kleina a utilizar time reserva contra Hercílio Dias e Tubarão. Neste caso foram uma derrota para o Hercílio Luz, por 1 a 0, e vitória sobre o Tubarão, por 2 a 1, na Arena Condá.

Com os titulares perdeu para o Nacional, por 1 a 0, em Mondevidéu, e venceu o Brusque por 2 a 0, domingo, em casa.

Apenas um jogador atuou nas quatro partidas, Alan Ruschel, embora em nenhuma completou os 90 minutos em campo. Arthur Caike, Bruno Silva e Vinícius Freitas jogaram em três partidas.

Apesar do desgaste o técnico Gilson Kleina pôde testar alguns jogadores que vieram da base, como Kendy, Khevin e Perotti. Isso sem falar do atacante Bruno Silva, revelação do time e que fez um gol contra o Tubarão.

O treinador disse que essa rotatividade é importante para dar ritmo de jogo a todos os atletas, principalmente alguns que voltaram de lesão, como Osman e Arthur Caike.

Além dos 28 que entraram em campo outros três ficaram no banco: os goleiros Ivan e Tiepo, o lateral Bruno e o zagueiro Hiago.

Do atual grupo, de 39 jogadores, só sete não foram relacionados. Entre eles o meia Canteros e o volante Luiz Otávio, lesionados, e o zagueiro Neto, ainda buscando melhor condicionamento. Um reforço que já está treinando mas ainda não foi relacionado é o Junior Santos, 32 anos, que estava na Coreia do Sul.

A direção da Chapecoense também busca mais um meia, principalmente se Canteros, que tem contrato até maio, não renovar.

Confira a tabela do Catarinense 2018
Leia mais notícias sobre o
Catarinense 2018

O Sol Diário
Busca