Chapecoense vence o Avaí e abre vantagem - Esporte - O Sol Diário
 

Catarinense 201818/02/2018 | 19h05Atualizada em 18/02/2018 | 19h27

Chapecoense vence o Avaí e abre vantagem

Time do Oeste tem seis pontos a mais do que o Avaí e um a menos do que o Figueirense

Chapecoense vence o Avaí e abre vantagem Marcio Cunha / Chapecó/Chapecó
Foto: Marcio Cunha / Chapecó / Chapecó

Graças a uma liminar da justiça a torcida da Chapecoense conseguiu ver a volta de Canteros e a cobrança de escanteio que resultou no gol de Fabrício Bruno, na vitória por 1 a 0 sobre o Avaí . Com o gol a Chapecoense foi a 20 pontos e abriu seis de vantagem para o Leão. Além disso se manteve na cola do Figueirense, que foi a 21, após vencer o Concórdia por 2 a 1. Os dois times entram no returno como favoritos à decisão do Catarinense.

A partida na Arena Condá esteve ameaçada de não ter público devido à falta do laudo de segurança. Havia um laudo provisório que venceu na quinta-feira. A Polícia Militar entendeu que a Chapecoense não fez as modificações solicitadas, como uma grade ou acrílico de 2,10 metros nas alas Norte e Leste. A Chapecoense entrou com uma ação judicial e conseguiu a liberação de torcida, no sábado.

No primeiro tempo a partida foi de muita marcação dos dois times. A Chapecoense teve mais posse de bola nos primeiros dez minutos mas não chegou a levar perigo.

Já o Avaí teve a primeira conclusão aos 10 minutos. A melhor chance do Avaí foi com Alemão, de cabeça, mas Jandrei defendeu com segurança.

O time da casa tentou finalizações com Nadson, Thyere e Bruno Pacheco, mas todos erraram o alvo. Quem acertou um belo chute de fora da área foi Elicarlos. Kozlinski se esticou e conseguiu mandar a bola para escanteio.

O goleiro do Avaí também pegou firme um chute de Guilherme e, nos inúmeros cruzamentos na área, levou a melhor.

Na saida para o intervalo o zagueiro Fabrício Bruno disse que as várias tentativas de cruzamento foram poque o Avaí teria certa deficiência nesses lances. Mas no primeiro tempo a defesa avaiana foi eficiente.

André Moritz destacou que o Avaí estava bem postado e apostava no contra-ataque.

No segundo tempo o Avaí continuou no campo de defesa, marcando bem e a Chapecoense tentando chegar na área, mas sem sucesso. 

Guilherme teve uma boa chance de dentro da área mas o chute acabou subindo, próximo do travessão.

O Avaí respondeu com Guga e Jandrei espalmou para escanteio. Apodi teve boa chance de marcar, dentro da área, mas chutou por cima.

Mas quem fez a diferença foi Canteros, que entrou no segundo tempo. Ele fez uma cobrança perfeita de escanteio e Fabrício Bruno marcou, de cabeça.

Ele não jogava desde a estreia do estadual contra o Concórdia, quando teve uma lesão no joelho direito, ainda no primeiro tempo.

Wellington Paulista ainda teve a chance de ampliar, livre, dentro a área, mas Kozlinski saiu bem e fez a defesa.

Na próxima rodada a Chapecoense recebe em casa o Concórdia e o Avaí recebe o Inter de Lages.


FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE-1: Jandrei, Apodi, Fabrício Bruno, Rafael Thyere e Bruno Pacheco; Elicarlos, Márcio Araújo e Nadson (Canteros); Guilherme (Bruno Silva), Arthur Caike e Wellington Paulista. Técnico: Gilson Kleina.

AVAÍ-0: Kozlinski, Guga, Betão, Alemão e João Paulo; Luan, Judson e André Moritz (Marquinhos); Lourenço (Maurinho), Rômulo e Getúlio.

Gol: Fabrício Bruno, aos 32 minutos do segundo tempo.

Arbitragem: Bráulio da Silva Machado, auxiliado por Helton Nunes e Thiago Americano Labes.

Cartões amarelos: Elicarlos, Arthur Caike (C); Lourenço, Guga, Judson (A)

Local: Arena Condá, em Chapecó

Público: 7.189

Renda: R$ 121.350

Confira a tabela do Estadual
Confira mais notícias sobre o
Campeonato Catarinense 2018


O Sol Diário
Busca