Claudinei aponta pontuação necessária no returno para levar o Avaí à decisão - Esporte - O Sol Diário
 

Ainda pulsa26/02/2018 | 08h15Atualizada em 26/02/2018 | 08h15

Claudinei aponta pontuação necessária no returno para levar o Avaí à decisão

Leão está a seis pontos da segunda colocada Chapecoense, mas segue confiante

Claudinei aponta pontuação necessária no returno para levar o Avaí à decisão Marco Favero/Diário Catarinense
Avaí abre o returno com vitória, por 3 a 2, sobre o Inter de Lages Foto: Marco Favero / Diário Catarinense
DC Esportes
DC Esportes

O Avaí não jogou a toalha no Campeonato Catarinense. A sete pontos do líder Figueirense e a seis da segunda colocada Chapecoense, o Leão está no páreo por um lugar na final. E quem diz isso é o técnico Claudinei Oliveira. Após a vitória, por 3 a 2, sobre o Inter de Lages, na Ressacada, o treinador reconheceu que é preciso melhorar o aproveitamento no returno e, ainda, torcer para que a dupla que lidera no momento tropeçar. Apesar disso, ele considera que a terceira posição do time é positiva. 

– Para chegar à final temos que ter um aproveitamos melhor. Temos que fazer mais ou menos 21 pontos para dar uma chegada boa e os da frente não podem fazer a mesma pontuação. Mas analisando o cenário, não acho ruim a nossa posição levando em consideração que estamos promovendo atletas, o Getúlio fez gol, o Lovat teve nova chance, segundo jogo inteiro comigo. Estamos fazendo um trabalho sem investir, não temos um elenco recheado de experientes para que seja cobrado uma grande campanha no Estadual. Os jogadores da base têm respondido muito bem – disse o treinador.

Além de promover jogadores da base neste início de temporada, o Avaí ainda se divide entre o Catarinense e a Copa do Brasil. Claudinei, aliás, avaliou quais atletas teriam de ser preservados de olho no confronto diante do Fluminense, quinta-feira, no Rio de Janeiro, pela disputa nacional. Por isso, o lateral-esquerdo João Paulo e o meia Marquinhos sequer foram relacionados para o duelo de domingo, na Ressacada. Em relação à escalação que iniciou na semana passada contra o Juventude, o lateral Judson, o volante André Moritz e o atacante Romulo ficaram na reserva frente ao Inter de Lages.

– Falei que iríamos colocar quem estivesse em melhores condições. O Marquinhos falou comigo na sexta-feira, achou que seria importante fazer um trabalho de fortalecimento. O João Paulo também sentiu lá em Caxias, o Guga estava com um pouco de dor também. O Moritz na última vez que ele teve essa folga de uma semana fez um grande jogo em Brusque e optamos por preservar. Conversei com ele e com os outros, o Romulo também queríamos dar a oportunidade para o Maurinho, recuperar ele. Poupamos os atletas, depois o Judson e o Luan sentiram um pouco e preservamos. Conseguimos preservar alguns atletas e conseguimos três pontos. Deu certo e a avaliação disso é o resultado. Vamos priorizar sempre o Avaí – completou.

O Leão tem 17 pontos e ocupa a terceira colocação. Depois do confronto no pela Copa do Brasil, o Avaí volta a campo pelo Estadual no domingo, às 17h, quando enfrenta o Joinville, fora de casa, em partida que vale posição direta na classificação.

Confira a tabela do Estadual.
Confira mais notícias sobre o
Campeonato Catarinense 2018

O Sol Diário
Busca