Com três primeiros gols, Avaí vence o Brusque no Augusto Bauer - Esporte - O Sol Diário
 

Catarinense 201815/02/2018 | 22h21Atualizada em 15/02/2018 | 22h31

Com três primeiros gols, Avaí vence o Brusque no Augusto Bauer

Judson faz o primeiro com a camisa azurra, enquanto Getúlio e Guga anotam seus primeiros como profissionais

Com três primeiros gols, Avaí vence o Brusque no Augusto Bauer Lucas Gabriel Cardoso/Brusque Divulgação
Foto: Lucas Gabriel Cardoso / Brusque Divulgação
DC Esportes
DC Esportes

Noite inesquecível para três jogadores. Judson fez seu primeiro gol camisa do Avaí, enquanto Getúlio e Guga anotaram o primeiro tento como profissionais. Com contribuição deles, o Leão venceu o Brusque por 3 a 1 para voltar a ser o terceiro colocado do Campeonato Catarinense 2018. Os azurras ganham confiança com o triunfo e tentam alcançar o segundo lugar da classificação. O Brusque amargou a segunda derrota seguida e flerta com a zona de rebaixamento. 

Os dois times jogam como visitantes na próxima rodada, a nona do Estadual. O Brusque vai a Lages para enfrentar o Internacional e o Avaí até Chapecó para encarar a Chape. Os dois jogos estão marcados para as 17h de domingo. 

Veja como foi a partida no minuto a minuto.

Por causa da pegada forte no meio de campo, o Avaí tentou abrir o placar em tabela de Luan com Lovat, surpresas do técnico Claudinei Oliveira para a partida. O volante entrou na área sozinho, mas o chute saiu fraquinho. Em compensação, aos 11, Judson mandou um foguete e de muito longe. E foi certeiro. Em seu primeiro gol pelo clube, ele arriscou da intermediária e a bola foi gaveta de Dida — seu primeiro com a camisa azul e branca. Desde então, o Leão se assemelhou ao time da Série A do Campeonato Brasileiro: dava a bola ao adversário e se contentava com os contragolpes. O Brusque tentou no toque de bola, pelos lados ou na bola parada. Quando a redonda não se perdia pela linha de fundo era a defesa azurra que espantava o perigo. 

Este foi o roteiro do fechamento do primeiro tempo, com um gol para cada lado. O Avaí ampliou depois de arrancada pelo lado direito de Romulo, que rolou para Getúlio escorar para o fundo das redes — seu primeiro gol como profissional. Já nos acréscimos, o Brusque diminuiu na bola parada. A bola saiu da falta do lateral do esquerdo para o meio da área. Douglas Silva saltou mais que todo mundo para tocar de cabeça e fechar o primeiro tempo: Brusque 1, Avaí 2. 

O técnico Claudinei Oliveira foi expulso por reclamação no intervalo. O Leão voltou com Lourenço na vaga de Luanzinho e passou a reter a bola no campo de ataque. Desta maneira chegou ao terceiro gol. Foi quando o lateral-direito Guga se viu sozinho com a redonda e percebeu o goleiro Dida adiantado. Em vez do cruzamento, mandou direto, pelo alto. Outro belo tento, outro que foi o primeiro de um jogador como profissional. 

O técnico Pingo fez diferentes mudanças ao longo da etapa. Chegou a colocar o gigante Neguette no posto do lateral Ronaell para ganhar maior estatura para a bola aérea. No entanto, o Avaí conseguiu controlar a partida e não passou trabalho. Desta forma, levou o resultado positivo até o último apito de Rodrigo D'Alonso Ferreira.  

Minutos depois de encerrada a partida, torcedores do Brusque tentaram invadir o vestiário do time da casa, indignados com a campanha da equipe na competição. Eles foram contidos por policiais militares.

FICHA TÉCNICA

BRUSQUE
Dida; João Carlos, Cleiton, Douglas Silva e Ronaell (Neguette); França, Carlos Alberto (Careca), Adãozinho (Jeferson Renan) e Jean Dias; Wilson Júnior e Rafinha. Técnico: Pingo.

AVAÍ
Kozlinski; Guga, Alemão, Betão e Lovat; Judson, Luan e André Moritz (Martinuccio); Getúlio (Maurinho), Romulo e Luanzinho (Lourenço). Técnico: Claudinei Oliveira.

GOLS: Douglas Silva, aos 46 do primeiro tempo (B). Judson, aos 11 do primeiro tempo,  Getúlio, aos 42 do primeiro tempo, e Guga, aos nove do primeiro tempo (A).
CARTÃO AMARELO:  Jean Dias e Rafinha (B). Alemão, Betão e Luanzinho (A)

ARBITRAGEM: Rodrigo D’Alonso Ferreira, auxiliado por Thiago Americano Labes e Sandro Katzwinckel da Silva Rocha. 
BORDERÔ: 1.180 torcedores (total) para uma renda de R$ 25.110,00.
LOCAL: Estádio Augusto Bauer, em Brusque.

Confira mais notícias sobre o Campeonato Catarinense 2018
Confira a tabela do Estadual.

O Sol Diário
Busca