Figueirense defende a liderança do Catarinense 2018 diante do Concórdia - Esporte - O Sol Diário
 

Estadual17/02/2018 | 06h27Atualizada em 17/02/2018 | 06h27

Figueirense defende a liderança do Catarinense 2018 diante do Concórdia

Equipes se enfrentam às 17h deste domingo, no Orlando Scarpelli

Figueirense defende a liderança do Catarinense 2018 diante do Concórdia Arte DC/Arte DC
Foto: Arte DC / Arte DC
DC Esportes
DC Esportes

Liderança não combina com conforto. Estar na frente obriga a defesa da posição e para isso é preciso seguir a pontuar. O Figueirense se obriga a continuar invicto e, consequentemente, na dianteira do Campeonato Catarinense 2018. Não se trata de adversário, mas de tabela: o Figueira tem obrigação de ganhar do Concórdia para seguir na ponta. O duelo em que vale também a invencibilidade alvinegra está marcado para as 17h deste domingo, no Orlando Scarpelli.

AO VIVO! Acompanhe o minuto a minuto da partida

O Figueira tenta ampliar a série invicta. Somados os três jogos finais da Série B do Campeonato Brasileiro do ano passado, a equipe atingiu 12 partidas sem ser batida – 7 vitórias e 5 empates, e igualou a segunda melhor invencibilidade década, registrada em 2015 e também 2016. Passar pelo Concórdia significa fica a uma partida da melhor sequência sem derrota recente. Em 2011, o Alvinegro foi invencível por 14 partidas.

Para trilhar este caminho, o Figueirense espera que Denis siga a se consolidar na meta alvinegra. O goleiro de 30 anos encontrou na camisa preta e branca a chance de se consolidar em uma equipe. Passou uma década no São Paulo e em apenas duas atuou mais do que 40 jogos – em 2012 e 2016, com 68 jogos desde a aposentadoria de Rogério Ceni. No Alvinegro tem até agora o melhor desempenho das últimas três temporadas. A média de gols sofridos é inferior a um por partida (0,78), enquanto no clube paulista a média em 2017 foi de um e no ano anterior de 1,02.

Manter ou poupar: eis a questão

Denis vai continuar na meta na partida deste domingo. Mas os outros 11 companheiros em campo podem mudar. O Figueirense tem apostado no rodízio de atletas para compensar a preparação curta e preservar alguns de riscos de lesões ou para jogos importantes. E na quarta-feira a equipe tem jogo pela segunda fase da Copa do Brasil, contra o Oeste, em que pode faturar mais R$ 1,4 milhão se avançar. A cifra deve fazer com que a escalação sofra mudanças.

Dos 11 que iniciaram o empate em 0 a 0 com a Chapecoense, na última quarta-feira, o zagueiro Cleberson, o volante Betinho, os atacantes Gustavo Ferrareis e Maikon Leite e o centroavante André Luís são alguns dos que podem ficar de fora, poupados. Pode ser a segunda partida de Henan, artilheiro do clube no ano passado, em começar jogando. O último treino antes da partida foi fechado e, portanto, a formação deve ser conhecida antes de a bola rolar na grama do Orlando Scarpelli.

Pelo lado do Concórdia, o técnico Mauro Ovelha tem duas baixas. O volante Diogo Roque está lesionado e Elton Martins está suspenso. Ele é o artilheiro da equipe junto de Paulinho, cada um com quatro gols. No entanto, o treinador poderá enfim escalar o Andrei Alba, no posto do atleta machucado. No ataque é possível que o goleador da Série B do Catarinense do ano passado, Marcos Paulo, receba nova chance para engrenar neste Estadual.

FICHA TÉCNICA

FIGUEIRENSE
Denis; Samuel, Eduardo, Henrique Trevisan e Guilherme Lazaroni; Zé Antônio, Pereira, Jean Mota e João Paulo; Henan e Romarinho. Técnico: Milton Cruz.
CONCÓRDIA
Carlão; Lucas, Júnior Sergipano, Lacerda e Zeca; Gelson, Andrei Alba, Paulinho e Flávio; Romarinho e Marcos Paulo. Técnico: Mauro Ovelha.

ARBITRAGEM: Diego da Costa Cidral, auxiliado por Gianlucca Perrone de Vasconcellos e Diego Berndt.
DATA E HORA: às 17h de domingo.
LOCAL: Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

Confira a tabela do Catarinense 2018
Leia mais notícias sobre o
Catarinense 2018

O Sol Diário
Busca