Grizzo diz que título do Criciúma na Copa do Brasil serve de motivação - Esporte - O Sol Diário
 

Tigre20/02/2018 | 18h12Atualizada em 20/02/2018 | 18h12

Grizzo diz que título do Criciúma na Copa do Brasil serve de motivação

Tigre enfrenta o Cianorte, nesta quarta-feira, de olho na vaga à terceira fase

Grizzo diz que título do Criciúma na Copa do Brasil serve de motivação Caio Marcelo / Especial/Especial
Grizzo permanece no comando interino do Criciúma Foto: Caio Marcelo / Especial / Especial
DC Esportes
DC Esportes

Campeão da Copa do Brasil em 1991. Esse é o principal título do Criciúma, e o técnico Grizzo considera que essa história será levada em conta no confronto diante do Cianorte, nesta quarta-feira, às 20h30min, pela segunda fase da Copa do Brasil. Apesar do Tigre estar na zona de rebaixamento no Campeonato Catarinense, o interino aposta em um elenco motivado justamente pelo passado de glórias do clube na competição nacional.

– O Criciúma está em um momento delicado, mas estamos saindo dessa situação aos poucos. Claro que seria melhor estar mais bem colocado no Estadual. A gente não está pressionado, mas sim motivado. Temos uma tradição na Copa do Brasil e sabemos que o Cianorte vai respeitar isso. Sei que dentro de campo é outra história. Os jogadores entendem que essa questão nos serve de autoconfiança – disse o treinador.

Grizzo tem dúvidas na escalação do time. João Paulo volta no ataque, enquanto Mailson não está 100% recuperado. Na lateral-direita, Andrew deixou o último jogo lesionado, e Carlos Eduardo pode retornar. No meio de campo, Douglas Moreira, que sofreu um pisão no pé, pode perder a vaga para Jean Mangabeira. O treinador espera o departamento médico para evitar erros na escalação.

– Não podemos errar ou vacilar na escalação. Às vezes a gente falha. Não somos perfeitos, mas o ideal é não errar. O torcedor pode ter certeza que o nosso foco é intenso. O momento delicado exige isso. Estamos trabalhando e conversando com os atletas para ver se encaixamos o grupo para sair dessa situação – falou Grizzo.

O Criciúma deve começar a partida em casa com Luiz; Andrew (Carlos Eduardo), Sandro, Nino e Eltinho; Barreto, Douglas Moreira (Jean Mangabeira), Wallacer e Elvis; Luiz Fernando e João Paulo. Apesar de não confirmar a escalação, Grizzo considera que mesmo estando diante de um time de divisão inferior, o Tigre vai enfrentar um elenco qualificado.

– A questão não é falar que o Cianorte é um time menor. No Brasil temos que ficar espertos. O Sport foi eliminado em casa. O Cianorte tem um jogador, o André Luís, que foi destaque do Santa Cruz na Série B do ano passado e o Botafogo queria. Vários jogadores lá estão e têm mercado no Brasil. O time pode ser pequeno, mas o grupo é de nível mediano no futebol nacional. Vai ser difícil, mas creio na nossa evolução. Estou confiante no bom resultado.

Caso avance à terceira fase, o Criciúma terá pelo caminho o vencedor do confronto entre Remo e Internacional, que duelam nesta quarta-feira, em Belém. 

Confira a tabela do Estadual
Confira mais notícias sobre o
Campeonato Catarinense 2018

O Sol Diário
Busca