Judson vibra com primeiro gol pelo Avaí em 86 jogos: "Não sabia como comemorar" - Esporte - O Sol Diário
 

Em festa16/02/2018 | 15h48Atualizada em 16/02/2018 | 18h09

Judson vibra com primeiro gol pelo Avaí em 86 jogos: "Não sabia como comemorar"

Volante marca golaço no triunfo, por 3 a 1, sobre o Brusque pelo Estadual

Judson vibra com primeiro gol pelo Avaí em 86 jogos: "Não sabia como comemorar" Lucas Gabriel Cardoso/Brusque Divulgação
Judson (à direita) abre o caminho para vitória azurra em Brusque Foto: Lucas Gabriel Cardoso / Brusque Divulgação
DC Esportes
DC Esportes

Autor do gol que abriu o caminho para a vitória do Avaí, por 3 a 1, sobre o Brusque, pela oitava rodada do Campeonato Catarinense 2018, o volante Judson ainda festeja bastante o feito. Também não é para menos, pois foi o primeiro gol do jogador pelo Leão em 86 jogos. No dia seguinte ao feito inédito, ele disse que recebeu os parabéns de muitas pessoas e afirmou que no momento que viu a bola entrando no gol não sabia como comemorar. 

– É motivo de alegria e um sentimento único que passou pela minha cabeça, depois de 86 jogos e dois anos de clube. Cheguei em casa e fique olhando de novo com minhas filhas. Para mim é um momento de nostalgia. Na hora nem sabia como comemorar, se corria para a torcida. Fui até o banco de reservas abraçar meus companheiros, porque assim como eu, eles queriam os gols. É gratificante para mim ter esse momento de alegria – disse.

A noite de quinta-feira ainda foi de festa para outros dois jogadores do elenco azurra. Guga e Getúlio marcaram pela primeira vez como profissionais e ajudaram o Avaí na conquista dos três pontos em Brusque. A única coisa negativa no jogo foi a expulsão do técnico Claudinei Oliveira no intervalo, após reclamar com a arbitragem ao término do primeiro tempo.

– Ele (Claudinei) e o Evando (Camillato, auxiliar) têm uma sintonia boa e não vejo diferença da maneira de jogo dentro de campo. Acredito que o Evando saberá fazer a mesma dinâmica que o Claudinei vem fazendo nos jogos nesta partida de domingo – falou Judson.

Assim como os demais times do futebol catarinense, o Avaí encara uma maratona de jogos. Na segunda-feira, o time ficou no 1 a 1 contra o Tubarão, na quinta-feira bateu o Brusque, no domingo enfrenta a Chapecoense, em Chapecó, e na próxima semana joga diante do Juventude, em Caxias do Sul, pela Copa do Brasil. Judson considera que essa sequência não tem prejudicado o rendimento dentro de campo.

– Isso é da profissão, por questão de logística e descanso. A gente sabe que às vezes acontece (ter uma sequência). Tem vez que passamos uma semana fora de casa, sem treinar, apenas jogando. Creio que não interfere no rendimento, pois estamos bem fisicamente – finalizou.

Confira mais notícias sobre o Campeonato Catarinense 2018
Confira a tabela do Estadual.

O Sol Diário
Busca