Kleina reconhece carências na Chapecoense, mas crê em evolução do grupo - Esporte - O Sol Diário

No Uruguai08/02/2018 | 00h38Atualizada em 08/02/2018 | 00h46

Kleina reconhece carências na Chapecoense, mas crê em evolução do grupo

Verdão acumula três derrotas seguidas e a eliminação precoce na Libertadores

Kleina reconhece carências na Chapecoense, mas crê em evolução do grupo Sirli Freitas/Chapecoense
Mudanças promovidas pelo técnico Gilson Kleina não surtiram efeito contra o Nacional, no Uruguai Foto: Sirli Freitas / Chapecoense

Após a eliminação precoce na Libertadores com as duas derrotas, por 1 a 0, para o Nacional, do Uruguai, o técnico da Chapecoense, Gilson Kleina, reconheceu que há necessidade de reforços, mas acredita na evolução de jogadores do atual elenco.

– Tem atletas que vão crescer e entrar no ápice, necessitamos de um ou dois reforços mas não por causa da derrota, nossa equipe teve uma atitude de equipe vencedora e muitos jogadores vão aflorar – destacou o treinador.

Uma posição que a Chape vem tentando preencher desde 2017 é a função de meia. Seijas era para ser o camisa 10 do time e acabou sendo devolvido para o Internacional. Nadson que vem sendo titular, iniciou a partida contra o Nacional na reserva e entrou no segundo tempo, mas não parece ser a solução.

Também falta um substituto para Canteros, que está lesionado e depende de renovação de contrato.

Contra o Nacional, Kleina lamentou a falta de aproveitamento das bolas paradas.

– Tivemos 12 bolas paradas e não soubemos aproveitar, a gente lamenta, fica triste, mas o Nacional foi mais efetivo e a gente não soube aproveitar. Mas temos que elogiar a atitude do grupo que foi aguerrido – destacou.

A exemplo do técnico, o atacante Guilherme evitou lamentar a eliminação.

– A gente sai de cabeça erguida, temos o Catarinense, a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro, vamos dar sequência para termos um ano glorioso – projetou.

A delegação embarca de volta ao Brasil no início da tarde desta quinta-feira e a chegada em Chapecó está prevista para às 18h30min.

Na sexta-feira, menos de 48h depois de jogar no Uruguai, o time enfrenta o  Tubarão, às 20h30min, na Arena Condá, em jogo atrasado pela quinta rodada do Catarinense.

Confira mais informações sobre a Chapecoense
Veja a tabela completa do
Catarinense 2018

Siga O Sol Diário no Twitter

  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioAvaí anuncia contratação de Aranha e amplia opções para o gol https://t.co/dD1PjV2Od2há 20 minutosRetweet
  • osoldiario

    osoldiario

    O Sol DiárioTá em casa? Vitória de time mandante diminui no Catarinense 2018 https://t.co/tRUpKr9RwXhá 3 horas Retweet
O Sol Diário
Busca